Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Calor e umidade de 11,8% suspendem atividades em escolas

Campinas tem o 3º dia mais quente do ano, com 36,4°C, e cidade entrou em estado de emergência

| ACidadeON Campinas

 

Temperatura chegou a 36,4% às 14h50, segundo Cepagri da Unicamp (Foto: Marivaldo Oliveira/Codigo19) 

*Essa matéria foi atualizada às 18h03 quando foi inserida a informação do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia)
sobre segundo dia mais quente no ano, que ocorreu no dia 1º de fevereiro. 
 
O sol quente e o tempo abafado desta quinta-feira (12) fizeram com que a Prefeitura de Campinas suspendesse as aulas de educação física na rede pública de ensino, além da coleta de lixo e a entrega de correspondência na tarde desta quinta-feira (12). O período de suspensão é até as 16h.

À tarde, a cidade entrou à tarde em estado de emergência, devido a baixa umidade relativa do ar. De acordo com a Defesa Civil, o índice chegou a 11,8%, às 14h.

De acordo com a Secretaria de Educação, apesar da suspensão os alunos não foram dispensados, mas estão fazendo atividades internas na escola. A orientação vale para as 206 escolas municipais da cidade e as 45 entidades conveniadas à Prefeitura. Segundo comunicado interno, o objetivo é evitar expor o aluno a situações que sejam prejudiciais à saúde.

3º DIA MAIS QUENTE

O tempo quente e abafado desta quinta-feira (12) também fizeram com que o dia fosse o 3º mais quente do ano em Campinas segundo o Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura) da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas).

O centro levantou que às 14h50 a temperatura na cidade chegou a 36,4°C. A medição só não bateu o recordo do ano porque no dia 23 de fevereiro os campineiros viveram um dia com temperatura de 37,7°C. O segundo dia mais quente foi no dia 1º de fevereiro, quando bateu 36,5°C. 

De acordo com o professor e pesquisador do Cepagri Jurandir Fernandes, a temperatura deve baixar um pouco nesta sexta-feira (13), mas volta a subir no final de semana. E essa condição - de tempo seco e quente - deve se manter na próxima semana.

Além disso, os riscos de fogo em matas são altos - devido a baixíssima umidade relativa do ar. Nesta semana, Campinas esteve em estado de alerta por três dias consecutivos.

ESTADO DE EMERGÊNCIA

Por causa do estado de emergência, a Defesa orientou ainda suspender atividades que exijam aglomerações de pessoas em recintos fechados como aulas, cinemas etc.

As orientações são: durante as tardes, manter os ambientes internos úmidos, principalmente quarto das crianças, hospitais etc. Também é preciso seguir as recomendações referentes aos estados de Atenção e de Alerta.

Dessa forma, a população deve ficar atenta aos índices para tomar as precauções necessárias. Quando a umidade está entre 20% e 30% alcança-se o Estado de Atenção. É preciso evitar exercícios físicos ao ar livre entre 11h e 15h; umidificar o ambiente com vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes com água, molhar os jardins etc. Sempre que possível permanecer em locais protegidos do sol, em áreas arborizadas e consumir água à vontade.


Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON