Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Saúde espera demissão de 31 funcionários para "rescisão" com Vitale

A entidade teve o contrato rescindido após o estouro de denúncias dos esquemas de desvio de verba; 31 pessoas, que foram contratadas pela Vitale, ainda trabalham no local

| ACidadeON Campinas

Entrada do Hospital Ouro Verde: prejuízo inicial estimado era de R$ 4 milhões (Foto: Denny Cesare/Código 19)

A Prefeitura de Campinas confirmou que a rescisão formal do contrato com a OS (Organização Social) Vitale, antiga administradora do Hospital Ouro Verde, está prevista para este mês. A entidade teve o contrato rescindido após o estouro de denúncias dos esquemas de desvio de verba pública da unidade de saúde.

De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura, no hospital trabalham, ainda, 31 funcionários contratados pela Vitale e todos estão em em processo de demissão. Somente após essa rescisão, segundo o que já havia sido definido junto ao MPT (Ministério Público do Trabalho), o contrato será extinto formalmente.

A Prefeitura se comprometeu, em maio do ano passado, a transferir cerca de R$ 36 milhões aos trabalhadores da área de saúde ligados à Vitale, incluindo médicos e enfermeiros, pela necessidade de rescisões decorrente do fim de acordo com a OS.

Segundo a assessoria de imprensa, o total depositado até setembro estaria na casa dos R$ 25,5 milhões, diz a Prefeitura, entre os quais já foram efetivamente transferidos R$ 18,5 milhões para rescisões acertadas após desligamentos.

A organização social Vitale, responsável por administrar o Ouro Verde, teria usado a entidade para obter vantagens simulando consultorias. Segundo os promotores, há indícios de superfaturamento na compra de medicamentos e prestação de serviços, além de pagamento de propina para agentes públicos. Quando o caso veio à tona, a Prefeitura rompeu o contrato com a Vitale e municipalizou os serviços.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON