Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Caso Hípica: adolescente agredido é ouvido em audiência

Além dele, os três agressores que cumprem reclusão de 45 dias na Fundação Casa de Campinas também foram ouvidos

| ACidadeON Campinas

A vítima chegou acompanhado de familiares para prestar depoimento nesta quinta-feira (Foto: EPTV Campinas) 

O adolescente de 17 anos agredido por outros três menores de idade em frente ao Clube da Hípica, no começo de setembro, foi ouvido na tarde desta quinta-feira (10) no fórum da Cidade Judiciária, em Campinas.  

Além dele, os três agressores, que cumprem reclusão de 45 dias na Fundação Casa de Campinas, também foram ouvidos. A audiência é de instrução e ocorreu na 3ª Vara Criminal, com o juiz Nelson Augusto Bernardes.

A vítima prestou depoimento acompanhada de familiares. Além dele, também foram ouvidos os três agressores, que chegaram ao fórum por uma entrada diferente e evitaram a imprensa. O conteúdo das audiências não foi divulgado.

Além dos quatro envolvidos, mais 19 testemunhas seriam ouvidas pela Justiça. Por isso, a audiência não tem previsão de término. A audiência começou por volta de 14h30 desta quinta e ainda era realizada até a publicação deste texto. Em outra audiência, um dos adolescentes confessou que espancou o outro e disse que estava arrependido.

PAI INVESTIGADO

A promotoria de Justiça de Campinas também ofereceu denúncia contra um advogado conhecido em Campinas por envolvimento na agressão de um adolescente na região da Sociedade Hípica de Campinas. O advogado foi denunciado por corrupção dos três menores e também pelo crime de lesão corporal grave, por ter se envolvido na agressão.

Na denúncia, o MP pede que o advogado seja proibido de manter contato com o adolescente agredido, com as testemunhas do caso e seus familiares. Também pede que o advogado dependa da autorização judicial para sair de Campinas por mais 15 dias e seja impedido de deixar o país.

A Justiça ainda vai decidir se aceita ou não a denúncia do MP.  



O ADVOGADO

Por meio de nota, a defesa do advogado nega as acusações e afirmou que recebeu com espanto a denúncia do MP contra o seu constituinte e refuta com veemência as imputações a ele dirigidas. Na nota ainda destaca que os fatos serão devidamente esclarecidos na Justiça.

O CASO

O caso aconteceu no dia 2 de setembro. Câmeras de segurança registraram os três adolescentes chegando de carro na casa da vítima que fica na Rua Buriti. Eles descem e o veículo, que é dirigido pelo advogado, vai embora.

A vítima sai no portão e parece começar uma discussão com os outros três adolescentes. O desentendimento ocorreu porque a vítima teria ficado com uma ex-namorada de um dos adolescentes que está apreendido.

Na sequência das imagens, um carro semelhante ao que deixou o trio passa várias vezes em frente à casa. O adolescente é agredido com socos e pontapés, tenta fugir, mas é perseguido pelos três. O mesmo carro preto acompanha a perseguição. Depois, o motorista desce do carro, mas o deixa ligado.

As imagens mostram os adolescentes voltando para o veículo parado. O motorista aparece, eles esperam por um tempo e depois saem. A vítima, então, aparece nas imagens caminhando no sentido oposto, mancando.

Em depoimento ao MP, um dos agressores confirma que foi o pai do amigo quem levou os três até a casa da vítima. No caminho, ele teria incitado o filho a tomar atitudes violentas, chegando a perguntar a respeito de uma faca. O adolescente declarou também que o pai do amigo tirou o filho de cima da vítima durante a confusão, mas foi embora sem prestar socorro. Depois da agressão, o advogado demonstrou estar preocupado com a possibilidade do filho ter dado uma facada na vítima e com as câmeras de segurança instaladas no local.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON