Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

Campinas divulga balanço parcial do Dia D contra sarampo

A campanha é seletiva, ou seja, visa a atualização das doses válidas na carteira de vacinação dessas crianças; cidade tem 86 casos

| ACidadeON Campinas

Dia D contra o sarampo ocorreu neste sábado (Foto: Divulgação/PMC) 

A Secretaria de Saúde de Campinas divulgou um balanço parcial do Dia D da campanha de vacinação contra o sarampo, ocorrido neste sábado (19). Até às 12h, 2.334 crianças de seis meses a menos de cinco anos completos comparecem aos 86 postos de vacinação.

Desse total, foi verificado que 265 crianças, ou 11% do universo, tinham necessidade de uma dose da vacina, segundo o Departamento de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde.

A campanha é seletiva, ou seja, visa a atualização das doses válidas na carteira de vacinação dessas crianças. Das 265 crianças vacinadas, 94 estão na faixa de seis a onze meses, 122 na faixa etária de um ano, 18 com dois anos, sete com três anos, e 24 na faixa dos quatro anos.

O balanço geral do Dia D de vacinação será divulgado na próxima segunda-feira.

COBERTURA


Cerca de 85 mil crianças já foram vacinadas contra o sarampo no município em 2019. Ainda assim, diante da situação epidemiológica no País e no Estado de São Paulo, Campinas está promovendo esta nova intensificação da vacinação contra a doença.  

Esta campanha voltada para crianças começou no dia 7 de outubro, terá este Dia D amanhã e termina no dia 25.
Durante este período exclusivo de campanha foram vacinadas 1.097 crianças (já incluídas nas mais de 85 mil). Uma segunda fase irá intensificar a vacinação de adultos de 20 a 29 anos, entre 18 e 30 de novembro.

SITUAÇÃO


Dados de novo boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde nesta sexta-feira apontam 86 casos de sarampo confirmados em Campinas. Os casos foram notificados entre 8 de julho e o último dia 17.

Dos 86 casos, 27 foram registrados em menores de um ano; 20 são em crianças entre 1 e 4 anos; cinco, em crianças entre 5 e 9 anos; um entre 10 e 14 anos; cinco entre 15 a 19 anos.

Outros 20 casos ocorreram em adultos na faixa etária entre 20 e 34 anos; sete, na faixa entre 35 e 49 anos de idade. E ainda há um caso entre 50 e 64 anos. Não houve óbitos.

Mais do ACidade ON