Aguarde...

cotidiano

Avenida João Jorge é interditada para obras do BRT

Para a execução das obras, o corredor de ônibus da Avenida João Jorge será totalmente interditado

| ACidadeON Campinas

Faixas alertam motoristas para as alterações na João Jorge (Foto: Divulgação/PMC) 

As obras de implantação do Corredor BRT (Bus Rapid Transit, Ônibus de Trânsito Rápido) Ouro Verde chegam à Avenida João Jorge nesta terça-feira (5). Os trabalhos, que já ocorrem na Avenida das Amoreiras, serão estendidos para cerca de 700 metros da Avenida João Jorge, no trecho desde a Amoreiras até a altura da Rua Francisco Teodoro.

Para a execução das obras, o corredor de ônibus da Avenida João Jorge será totalmente interditado. Os ônibus passam a circular nas vias marginais.

As obras consistem na demolição do atual corredor e execução do pavimento de concreto para os veículos do BRT. Paralelamente, também serão construídas as estações dos ônibus convencionais e a Estação BRT João Jorge. A previsão inicial de duração dos trabalhos é de seis meses.

Por conta da circulação dos ônibus nas vias marginais, a Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) programou rotas alternativas para que os motoristas evitem a região em obras. A Emdec recomenda que os motoristas utilizem as rotas alternativas para otimizar o percurso e evitar o tráfego na região impactada.

No sentido Centro bairro, os motoristas que estiverem nas avenidas Senador Saraiva e Benjamin Constant poderão seguir pelo Túnel Joá Penteado para acessar a Prestes Maia, Viracopos, Amoreiras, Washington Luís ou Avenida da Saudade. No sentido bairro Centro, os motoristas que trafegam pela Avenida Prestes Maia poderão acessar o túnel ou a Avenida Aquidabã para evitar a João Jorge.

OUTRAS MUDANÇAS

A partir do dia 12 de novembro, será bloqueada a transposição da João Jorge para acesso à Avenida General Carneiro. A Emdec programou desvio pelas vias Francisco Teodoro, São Carlos e Dr. Salles Oliveira, cruzando a João Jorge e acessando novamente a Francisco Teodoro até chegar à General Carneiro. No cruzamento entre as vias Francisco Teodoro e General Carneiro, será implantado novo conjunto semafórico. A rota alternativa garante o acesso às avenidas Washington Luís e Saudade.

Para viabilizar o desvio, a Emdec promove inversão do sentido de tráfego em trechos de duas vias na região da Vila Industrial, a partir do dia 12 de novembro. Na Rua São Carlos, a alteração ocorre no trecho entre as vias Francisco Teodoro e Sete de Setembro, com o tráfego de veículos fluindo neste sentido. Na Rua Francisco Teodoro, a alteração será no trecho em frente à Administração Regional 1, entre as vias Augusto Duarte Ribeiro e Sete de Setembro, neste sentido.

TRANSPORTE PÚBLICO

A interdição do corredor da Avenida João Jorge provoca alterações nos pontos das linhas dos eixos Ouro Verde, Washington Luís e Santos Dumont. Quatro pontos serão remanejados gradativamente, sendo um no sentido Centro e três no sentido bairro. Hoje dois pontos localizados no corredor serão transferidos para as vias marginais, na altura da Igreja Universal e da Caixa Econômica Federal. No dia 12, outros dois pontos serão remanejados.

BRT OURO VERDE

A nova frente de obras do BRT integra o trecho 1 do Lote 3 do Corredor Ouro Verde, que tem início na Avenida João Jorge, segue por toda a Avenida das Amoreiras até o Terminal Campos Elíseos. No total, o BRT Ouro Verde terá 14,6 km de extensão, saindo da região central, seguindo pelas vias João Jorge, Amoreiras, Piracicaba, Ruy Rodriguez, passando pelo Terminal Ouro Verde, Camucim até o Terminal Vida Nova.

Ao final dos trabalhos, o corredor na Avenida João Jorge terá quatro faixas de rolamento para os ônibus, sendo duas por sentido. Para os veículos em geral, segue a atual configuração, com três faixas por sentido.

Os três corredores BRT do município Campo Grande, Ouro Verde e Perimetral têm custo total de R$ 451,5 milhões. São 36,6 km de corredores, com previsão de conclusão total em meados de 2020.

Mais do ACidade ON