Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

Avenida João Jorge é interditada para obras do BRT

Para a execução das obras, o corredor de ônibus da Avenida João Jorge será totalmente interditado

| ACidadeON Campinas

Faixas alertam motoristas para as alterações na João Jorge (Foto: Divulgação/PMC) 

As obras de implantação do Corredor BRT (Bus Rapid Transit, Ônibus de Trânsito Rápido) Ouro Verde chegam à Avenida João Jorge nesta terça-feira (5). Os trabalhos, que já ocorrem na Avenida das Amoreiras, serão estendidos para cerca de 700 metros da Avenida João Jorge, no trecho desde a Amoreiras até a altura da Rua Francisco Teodoro.

Para a execução das obras, o corredor de ônibus da Avenida João Jorge será totalmente interditado. Os ônibus passam a circular nas vias marginais.

As obras consistem na demolição do atual corredor e execução do pavimento de concreto para os veículos do BRT. Paralelamente, também serão construídas as estações dos ônibus convencionais e a Estação BRT João Jorge. A previsão inicial de duração dos trabalhos é de seis meses.

Por conta da circulação dos ônibus nas vias marginais, a Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) programou rotas alternativas para que os motoristas evitem a região em obras. A Emdec recomenda que os motoristas utilizem as rotas alternativas para otimizar o percurso e evitar o tráfego na região impactada.

No sentido Centro bairro, os motoristas que estiverem nas avenidas Senador Saraiva e Benjamin Constant poderão seguir pelo Túnel Joá Penteado para acessar a Prestes Maia, Viracopos, Amoreiras, Washington Luís ou Avenida da Saudade. No sentido bairro Centro, os motoristas que trafegam pela Avenida Prestes Maia poderão acessar o túnel ou a Avenida Aquidabã para evitar a João Jorge.

OUTRAS MUDANÇAS

A partir do dia 12 de novembro, será bloqueada a transposição da João Jorge para acesso à Avenida General Carneiro. A Emdec programou desvio pelas vias Francisco Teodoro, São Carlos e Dr. Salles Oliveira, cruzando a João Jorge e acessando novamente a Francisco Teodoro até chegar à General Carneiro. No cruzamento entre as vias Francisco Teodoro e General Carneiro, será implantado novo conjunto semafórico. A rota alternativa garante o acesso às avenidas Washington Luís e Saudade.

Para viabilizar o desvio, a Emdec promove inversão do sentido de tráfego em trechos de duas vias na região da Vila Industrial, a partir do dia 12 de novembro. Na Rua São Carlos, a alteração ocorre no trecho entre as vias Francisco Teodoro e Sete de Setembro, com o tráfego de veículos fluindo neste sentido. Na Rua Francisco Teodoro, a alteração será no trecho em frente à Administração Regional 1, entre as vias Augusto Duarte Ribeiro e Sete de Setembro, neste sentido.

TRANSPORTE PÚBLICO

A interdição do corredor da Avenida João Jorge provoca alterações nos pontos das linhas dos eixos Ouro Verde, Washington Luís e Santos Dumont. Quatro pontos serão remanejados gradativamente, sendo um no sentido Centro e três no sentido bairro. Hoje dois pontos localizados no corredor serão transferidos para as vias marginais, na altura da Igreja Universal e da Caixa Econômica Federal. No dia 12, outros dois pontos serão remanejados.

BRT OURO VERDE

A nova frente de obras do BRT integra o trecho 1 do Lote 3 do Corredor Ouro Verde, que tem início na Avenida João Jorge, segue por toda a Avenida das Amoreiras até o Terminal Campos Elíseos. No total, o BRT Ouro Verde terá 14,6 km de extensão, saindo da região central, seguindo pelas vias João Jorge, Amoreiras, Piracicaba, Ruy Rodriguez, passando pelo Terminal Ouro Verde, Camucim até o Terminal Vida Nova.

Ao final dos trabalhos, o corredor na Avenida João Jorge terá quatro faixas de rolamento para os ônibus, sendo duas por sentido. Para os veículos em geral, segue a atual configuração, com três faixas por sentido.

Os três corredores BRT do município Campo Grande, Ouro Verde e Perimetral têm custo total de R$ 451,5 milhões. São 36,6 km de corredores, com previsão de conclusão total em meados de 2020.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON