Aguarde...

cotidiano

Família questiona versão de acidente que decepou braço de jovem

Parente de jovem de 19 anos diz que ela estava apenas com o cotovelo para fora da janela e que tragédia não teria acontecido se o ônibus não tivesse batido em poste

| ACidadeON Campinas

Ônibus bateu em poste que decepou ônibus de passageira (Foto: Arquivo pessoal) 

A jovem de 19 anos que perdeu o braço decepado por um poste na manhã desta terça-feira (5) está internada no Hospital Municipal Mário Gatti, em Campinas, e já passou por uma cirurgia reparadora. Ela ficou com o braço decepado na altura do ombro após o ônibus onde ela estava bater em um poste.

De acordo com a Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas), a vítima estava no ônibus da linha 154 (Terminal Vila União / Circular Centro). Quando estava na Avenida das Amoreiras, próximo da esquina com a Rua Paulo Lacerda, ela teria colocado o braço para fora da janela. O ônibus bateu em um poste e o membro foi atingido, ficando totalmente decepado.

A família diz que a jovem estava apenas com o cotovelo para fora da janela, mexendo no celular, e que se o ônibus não tivesse batido no poste, a tragédia não teria acontecido. "Ela viu tudo, estava consciente. Acreditamos que o braço foi decepado devido ao impacto, com a colisão com o poste. Não por imprudência dela. Não sou perita, é o meu ponto de vista. Mas a polícia vai investigar", disse a familiar.

De acordo com familiares, o estado dela é estável e ela não corre risco de morte. A jovem é estudante e estava indo trabalhar, segundo uma parente da vítima. Ela conta que a jovem terá que aprender tudo de novo (por ficar com um braço apenas) e que a família está muito abalada.

"É um momento muito difícil para a família. A gente não a viu ainda depois do centro cirúrgico. Ela tem uma vida inteira pela frente, vai ter que aprender tudo de novo", disse. A família registrou boletim de ocorrência no 5º DP (Distrito Policial), no Jardim Amazonas.  

Jovem perdeu o braço após acidente na Avenida das Amoreiras  

OUTRO LADO 

A responsável pelo ônibus, a Setcamp (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros da Região Metropolitana de Campinas) disse por meio de assessoria de imprensa, foi aberto uma sindicância interna para apurar a ocorrência. Segundo o Sindicato, não há ainda um posicionamento definido pois está sendo apurado. O ônibus já foi periciado, de acordo com o Setcamp.    

Atualização às 15h de quarta-feira (6): A Emdec respondeu o caso em nota. Leia na íntegra: "A Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) lamenta a trágica ocorrência. O incidente ocorreu na manhã de terça-feira, dia 5 de novembro, na Avenida das Amoreiras, na altura da Rua Paulo Lacerda, na região do bairro São Bernardo. Agentes da Mobilidade Urbana da Emdec chegaram ao local por volta das 7h27. A vítima, feminina, aproximadamente 19 anos, foi socorrida pelo Samu ao Hospital Mário Gatti.

A Emdec irá acompanhar a apuração das circunstâncias da ocorrência, que é feita pela Polícia Civil. A Emdec também acionou o operador responsável pela linha, para prestar esclarecimentos sobre o ocorrido.

Importante destacar que, por questões de segurança, os usuários do transporte público coletivo e transporte de interesse público (fretamento, escolar, táxi, etc.) não devem andar com braço ou cabeça para fora do veículo".


Mais do ACidade ON