Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

Jonas promete tentar garantir identificação de passageiros em apps

Afirmação foi feita na tarde desta terça-feira, após reunião entre Prefeitura de Campinas e grupo de motoristas

| ACidadeON Campinas

 

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB) (Foto: Carlos Bassan/PMC)

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), afirmou na tarde desta terça-feira (7) que vai acolher o pedido dos motoristas de aplicativo da cidade para que as empresas exijam e forneçam a eles a identidade dos passageiros. A afirmação foi feita três dias depois da morte do motorista de app Everton Rodrigo de Oliveira Basso, de 33 anos, vítima de latrocínio durante o trabalho no sábado (4) à noite.

O prefeito disse que a Prefeitura analisa os pedidos dos motoristas após uma reunião feita entre um grupo de profissionais e o secretário de Relações Institucionais de Campinas, Wanderley de Almeida, na manhã desta terça-feira (7). Jonas disse que muitos dos pedidos feitos pelos motoristas não era consensual dentro do próprio grupo de profissionais.

"Não tinha consenso, por exemplo, a questão de que não tivesse mais pagamento em dinheiro pelo aplicativo", disse. Outra divergência seria a plaquinha de identificação dos veículos de transporte por app - que já foi alvo de polêmica entre os motoristas. Hoje, no entanto, segundo o prefeito, existe discordância entre eles se ela é mesmo benéfica ou não.

"Eu fiquei de acolher essas sugestões. O Wandão (secretário) disse que há dois anos tentamos fazer um regulamento e eles (motoristas) foram contra. E são muitas das coisas que eles pediram hoje", analisou o pessebista.

Em relação a identificação dos passageiros, Jonas diz que essas informações as próprias empresas já possuem. "Com a empresa de app, fica mais fácil. Se bem que as duas empresas que o motorista (que morreu) trabalhava... uma delas deu certeza que ele não estava a trabalho. E a outra disse que há grande possibilidade de ele não estar (trabalhando)", ponderou o prefeito.

Jonas disse ainda que, de forma geral, a "reunião foi muito boa" e que a Prefeitura fará o que puder para aperfeiçoar o serviço em Campinas.     

LEIA MAIS
Câmera flagra assassinato de motorista de app

Everton Rodrigo de Oliveira Basso morreu na noite de sábado (Foto: Rede Social)

O GRUPO 

A advogada do grupo, Thaís Cremasco, afirmou à reportagem que prepara um documento para protocolar na Prefeitura de Campinas e tornar o pedido dos motorista uma requisição oficial. Eles esperam que, com isso, a Administração possa intervir e pedir as informações às empresas de forma legal.

O CRIME

O motorista de app Everton Rodrigo de Oliveira Basso foi morto na noite de sábado (4) durante um assalto no Jardim Chapadão. Segundo o boletim de ocorrência, a vítima estacionou na rua e tentou sair do veículo correndo, mas foi perseguida pelos suspeitos, ainda não identificados pela PM.

Um deles atirou, então, contra a vítima, que caiu na calçada. Os dois suspeitos fugiram com o carro roubado e, por enquanto, não foram encontrados. Na tarde de segunda-feira (6), um grupo de motoristas fez um protesto em luto pela morte do colega e pediu justiça pelo caso.  




Mais do ACidade ON