Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

Primeira superlua do ano é destaque deste domingo

Nosso único satélite natural esteve, na madrugada, em seu ponto mais próximo da Terra e em sua fase mais luminosa: a da Lua cheia

| ACidadeON Campinas

Superlua foi vista durante a madrugada deste domingo (Foto: Denny Cesare/Código19) 

A Lua foi a grande estrela no céu na madrugada deste domingo (9). Nosso único satélite natural esteve em seu ponto mais próximo da Terra e em sua fase mais luminosa: a da Lua cheia. A essa coincidência, os astrônomos dão o nome de Superlua.

A distância média entre a Lua e a Terra é de cerca de 384 mil quilômetros (km). No entanto, por se tratar de uma órbita oval, essa distância pode variar de 400 mil km, quando mais distante, até cerca de 360 mil km, nos períodos de maior proximidade.

"A Superlua é um evento decorrente da coincidência de dois fatos astronômicos. O primeiro é que a Lua não gira em torno da Terra em formato de circunferência, mas em uma órbita um pouquinho achatada. Então, ela tem de estar no ponto mais próximo da Terra, que chamamos de perigeu e, ao mesmo tempo, na fase cheia", explica o coordenador do projeto Astro&Física do Instituto Federal de Santa Catarina e doutor em física pela Universidade Federal de Santa Catarina, professor Marcelo Schappo.

Segundo ele, dependendo da regra usada para cada observatório considerar coincidente o perigeu e a lua cheia, é possível haver alguma divergência sobre o momento exato da Superlua. "Trata-se de uma janela arbitrária, mas no fundo são luas cheias sempre muito bonitas. Vale a pena a observação", ressalta o físico ao sugerir a observação em todas as datas.

Com informações da Agência Brasil

Mais do ACidade ON