Aguarde...

cotidiano

Vinhedo monitora parentes de paciente com coronavírus

Três pessoas da mesma família tiveram contato com o único paciente - um homem de 61 anos, confirmado com coronavírus

| ACidadeON Campinas

Busca por máscaras em farmácia na China. (Foto: Reuters/Eloisa Lopez)

A Vigilância Epidemiológica de Vinhedo monitora três pessoas de uma mesma família por terem tido contato com o único paciente - um homem de 61 anos - confirmado com coronavírus na capital (eles são parentes). A família está em isolamento na casa onde mora na cidade. A informação foi divulgada na manhã desta quarta-feira (26).

No último fim de semana, os três moradores de Vinhedo - dois adultos e uma criança - estiveram com o paciente que teve a doença confirmada ontem em São Paulo. Eles possuem grau de parentesco, mas não foi informado qual. As três pessoas passam bem, não têm nenhum sintoma relacionado ao vírus. 

Já o paciente que teve a confirmação da doença mora na capital paulista - ele esteve na região da Lombardia, no norte da Itália, entre os dias 9 e 21 de fevereiro. Ao retornar da viagem, na última sexta-feira (21), ele apresentou os sinais e sintomas compatíveis com a doença (febre, tosse seca, dor de garganta e coriza). Ele segue em isolamento domiciliar e em bom estado clínico. No total, 30 pessoas que tiveram contato com ele são monitoradas - entre elas a família de Vinhedo.

A Prefeitura de Vinhedo informou que os profissionais da Vigilância Epidemiológica permanecerão monitorando a família pelos próximos dias. "Imediatamente, a Secretaria de Saúde da Prefeitura de Vinhedo, por meio da Vigilância Epidemiológica, dentro dos protocolos definidos pelo Ministério de Saúde, entrou em contato com essa família, sendo que eles confirmaram o encontro com o cidadão infectado", informou a Prefeitura por meio de nota. 
 
LEIA TAMBÉM 
Campinas já tem teste que descobre coronavírus em 72h
Coronavírus: após "primeira onda", tendência é de redução
 

O coronavírus é semelhante a um resfriado e apresenta sintomas como febre, tosse e dificuldade para respirar. Esses sintomas podem ser de leve a moderado. 

NA RMC

Em Campinas houve um alerta para um caso suspeito da doença, mas foi descartado pela Prefeitura. O paciente era um homem de 33 anos que retornou da China no último dia 10 de fevereiro.

Outros três casos suspeitos em cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas), sendo dois em Paulínia e um em Americana, também foram descartados recentemente.

CORONA NO BRASIL

O Ministério da Saúde e a Secretaria de Estado da Saúde confirmaram o primeiro caso na capital paulista de coronavírus em uma pessoa vinda da Itália. Segundo o ministério, trata-se de um homem de 61 anos, que passou pelo Hospital Israelita Albert Einstein (Zona Sul). (LEIA MAIS AQUI) 
 
PREVENÇÃO 
 
Vale lembrar as medidas preventivas para a doença: lavar as mãos com água e sabão, uso do álcool gel, evitar aglomerações, cobrir a boca com o braço ao tossir ou espirrar, evitar tocar os olhos nariz e boca com as mãos.

Mais do ACidade ON