Aguarde...

cotidiano

Covid-19 mata mais pessoas em situação vulnerável em Campinas

Segundo a Saúde, a taxa de letalidade das regiões do IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) 1 é de 24,1%

| ACidadeON Campinas


Pesquisa fala da incidência do vírus na população. (Foto: Código 19)

A taxa de letalidade por coronavírus em Campinas é maior entre a população vulnerável na cidade. Os dados foram retirados do boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde.

Segundo a pasta, a taxa de letalidade das regiões do IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) 1 é de 24,1%. O número de casos destas áreas é de 56 ocorrências e a mortalidade é de 6,2 para cada 100 mil habitantes.

O IDH é um indicador composto por marcadores de longevidade (esperança de vida), renda e escolaridade, construído em Campinas com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).  
 
LEIA TAMBÉM 
Restaurantes e bares preveem mais 16,5 mil demissões na RMC
Discussão após briga por cão termina com 2 baleados em praça
Jonas eleva para 38ºC o limite para barrar passageiros em ônibus


O IDH-1 de Campinas engloba bairros da região do Campo Belo, distritos do Ouro Verde e Campo Grande, segundo o boletim. Os outros três IDHs têm as seguintes taxas: IDH-2 (16,9%), IDH-3 (19,8%) e IDH-4 (17,1%).

ÓBITOS POR REGIÃO


O distrito do Ouro Verde segue líder nos percentuais de mortes em Campinas por coronavírus. Até o dia 1º de junho, a região registrou 17 óbitos em 260 casos - 6,5%.

A região Sul, onde está o Campo Belo, está em segundo com 5%. Noroeste, do Campo Grande, e Leste, estão em terceiro, com 3,9% de taxa. Na Norte a taxa é de 3,8%.  
 
CASOS
 
A Prefeitura de Campinas confirmou, neste sábado (6) mais três novos óbitos pela doença o que fez a cidade chegar a 100 mortes causadas pelo novo coronavírus. O número de casos confirmados pela doença também aumentou na cidade e passou para 2.632. O prefeito também afirmou que 1.850 pessoas estão recuperadas da doença e investiga 422 casos suspeitos (leia mais aqui).

Mais do ACidade ON