Aguarde...

cotidiano

Com pandemia, ingresso ao Cotuca será por histórico escolar

Neste ano a Unicamp mudou a forma do ingresso ao colégio, para evitar contaminação do novo coronavírus

| ACidadeON Campinas

O prédio do Cotuca, em Campinas (Foto: Luciano Claudino/Código19)

Por causa da pandemia, a Unicamp (Universidade de Campinas) alterou a forma dos ingressos ao colégios técnicos mantidos pela universidade. Com a nova medida, o Cotuca (Colégio Técnico de Campinas) fará a seleção através da análise do histórico escolar de cada candidato, invés do tradicional processo seletivo através de prova.  

A mudança será aplicada neste ano, de forma excepcional como prevenção à doença. O colégio mantém a mesma disponibilidade de vagas, sendo 680 vagas para cursos técnicos e 140 para especializações de nível médio. Os editais para o processo seletivo deste ano ainda está em fase de elaboração, e deve ser publicado até setembro.  

Ainda neste mês a Unicamp aprovou o ingresso para o colégio através do sistema de cotas. Com a decisão, 70% das vagas de cada turma do Cotuca serão para estudantes de escolas públicas, e 35% para negros, pardos e indígenas  

Segundo a diretora executiva de ensino pré-universitário da Unicamp, Teresa Celina Meloni Rosa a mudança na forma de ingresso, evitando as provas, foi necessária diante das recomendações da OMS (Organização Mundial de Saúde) para evitar aglomerações e reforçar o isolamento. Durante esse período, os alunos do colégio estão realizando as aulas de forma remota.

Mais do ACidade ON