Aguarde...

cotidiano

Sem aulas, IFSP pede doações de equipamentos para alunos carentes

Cerca de 140 alunos da unidade de Campinas não possuem meios para participarem de aulas virtuais

| ACidadeON Campinas

Unidade que fica no Jardim Satelite Iris, Campus Campo Grande. Foto: Denny Cesare/Código 19

O IFSP (Instituto Federal de São Paulo), unidade de Campinas, abriu nesta semana uma chamada pública pedindo doações de equipamentos digitais para possibilitar aulas remotas a alunos em vulnerabilidade social.  

Na unidade, as aulas foram suspensas desde o início da quarentena de combate ao coronavirus, e foi aderido o sistema remoto de aulas on-line para evitar a exclusão de alunos que não possuem os equipamentos. Neste mês, uma reportagem com as famílias de estudantes mostrou o drama dos alunos com a falta de aulas e atividades durante esse período (leia mais aqui)

Segundo a direção, foram contabilizados pelo menos 140 alunos que não possuem meios para participarem das aulas, outros nem mesmo conseguiram ser localizados. Os alunos são de diversas áreas da cidade, entre elas Campo Grande, Campo Belo e região dos Amarais. Na cidade, a sede do instituto é localizada no bairro Satélite Iris. 

No edital são solicitados equipamentos como computadores, tablets ou celulares para serem doados aos alunos e possibilitar que as aulas aconteçam de maneira on-line. A unidade pede a doação para empresas e até mesmo pessoas físicas.  

Segundo o diretor geral do campus de Campinas, Eberval Oliveira Castro, até o começo deste mês a reitoria esperava poder disponibilizar os próprios equipamentos da unidade para os alunos, mas isso foi barrado junto a Procuradoria de Justiça por se tratar de patrimônio público. Castro ressalta a importância das ferramentas para possibilitar o ensino. 

"São medidas para que os alunos consigam ter acesso à educação nesse momento. O computador é uma ferramenta muito importante no cenário atual, e diminui a deficiência do ensino a distância, possibilitando que pelo menos o ensino consiga chegar", declarou.  

Para a doação, os apoiadores podem ver o edital completo aqui. Não é necessário que os equipamentos sejam novos para a doação, ressaltou o diretor. 

"Sabemos que muitas empresas trocam os equipamentos em alguns períodos, e pessoas acabam tendo esses equipamentos parados. Então pedimos a colaboração, que se puder doar vai ajudar muitos jovens", declarou. 

DIFICULDADES  

Apesar do apelo à doação, o diretor vê os equipamentos como um dos passos para a tentativa de levar o ensino nesse momento, mas a educação sofre muitos desafios - grande parte deles não materiais - , para conseguir chegar a todos.  

Entre as dificuldades para o ensino igual listados pela unidade, está o grande número de pessoas por residências, além da sobrecarga de atividades doméstica, trabalho e estudos para esses alunos. 

"Temos muitos desafios não materiais para conseguir chegar a esses alunos. Sabemos que muitos não têm internet em casa, vivem em casa com um cômodo, com muitos integrantes ou até mesmo tem irmãos e família para cuidar, o que dificulta muito o ensino no ambiente domiciliar. Esses equipamentos são apenas um passo, mas é um passo importante", afirmou.

Mais do ACidade ON