Aguarde...

cotidiano

Manifestantes protestam contra fechamento do Poupatempo

Concentração aconteceu nessa manhã em frente à unidade localizada na Avenida Glicério, no Centro

| ACidadeON Campinas

Moradores pedem para que unidade seja salva (Foto: Reprodução/EPTV)
Um grupo de manifestante organizou um protesto na manhã desta quinta-feira (26) contra o fechamento da unidade do Poupatempo localizada na Avenida Francisco Glicério, no Centro de Campinas. Com cartazes, os moradores pediram que a unidade seja reaberta. 

Atualmente o atendimento está suspenso devido à pandemia do novo coronavírus, mas o governo estadual anunciou no início de junho que, quando os serviços não essenciais forem retomados, o atendimento da unidade será transferido para a unidade do Campinas Shopping. 

A decisão não agradou parte dos moradores, que pedem para que o atendimento continue na região central do município. Os moradores também prestaram solidariedade às cerca de 150 demissões provocadas pelo fechamento da unidade. 

Procurada, a Prodesp, responsável pela gestão do Poupatempo, disse que está negociando com a Prefeitura de Campinas um novo prédio para que esse espaço continue funcionando na região central. A proposta é um espaço de 400 metros no Paço Municipal.

Ainda nesta quinta, o vereador Luiz Cirilo (PSDB), que faz parte da comissão do Legislativo para reverter o fechamento,  esteve com a equipe técnica de engenharia e arquitetura da Prodesp na Prefeitura. Em nota, o órgão disse que "o imóvel sugerido pelo município passa por vistoria técnica e análise de viabilidade para a instalação de um novo Poupatempo".

Mais do ACidade ON