Aguarde...

cotidiano

Campanha de vacinação contra gripe é prorrogada até 24 de julho

Crianças, grávidas e mulheres puérperas são grupos vacinais que ainda não atingiram a meta de vacinação

| ACidadeON Campinas

Vacinação contra a gripe vai até o fim de julho (Foto: Divulgação/prefeitura)

A campanha de vacinação contra a gripe foi, nesta sexta-feira (26), estendida até 24 de julho em Campinas para todos os públicos-alvos abrangidos. Crianças, grávidas e mulheres puérperas são grupos vacinais que ainda não atingiram a meta de vacinação, de acordo com balanço divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde. 

A prorrogação vale para todos os 66 Centros de Saúde da cidade, e está aberta para todos os públicos-alvos da campanha (Veja a lista dos centros abaixo).

A Secretaria de Saúde, no entanto, chama a atenção dos responsáveis por crianças de 6 meses a menos de 6 anos, grávidas e mulheres que tiveram bebê nos últimos 45 dias para que se vacinem contra a influenza, uma vez que a cobertura vacinal para esses públicos ainda não atingiu a meta.  

Embora não proteja contra a Covid-19 (doença para a qual ainda não há imunização), a vacina protege contra as gripes A (H1N1 e H3N2) e B, que também podem evoluir para casos graves e até infecções respiratórias agudas graves. Por isso, é fundamental que pessoas mais vulneráveis e que podem tomar a vacina, se imunizem.

BALANÇO 

De acordo com um relatório divulgado pelo Devisa (Departamento de Vigilância em Saúde), até quinta (25), Campinas vacinou 41.083 crianças entre 6 meses e 6 anos incompletos. Isso significa 55,5% do público-alvo estimando de 74 mil pessoas nessa faixa etária. 

A cidade também vacinou 5.302 grávidas, segundo o levantamento, ou 46,6% do público estimado de 11.369 mulheres. No caso das puérperas, já foram vacinadas 960 na cidade, ou 51,3% do total estimado de 1.869 mães recentes. Veja outros grupos abaixo:  

Profissionais de Saúde: 50.081 doses aplicada 
Idosos: 157.576 doses aplicada
Adultos com 55 anos ou mais: 28.550 doses aplicadas 
Pessoas com deficiência: 356 doses aplicadas 
Professores: 6.270 doses aplicadas 
Doentes crônicos: 75.628 doses aplicadas 
Profissionais da Segurança e Salvamento: 6.629 doses aplicadas
Pessoas privadas de liberdade: 4.034 doses aplicadas
Menores infratores sob medidas socioeducativas: 280 doses aplicadas
Funcionários do sistema prisional: 440 doses aplicadas
Caminhoneiros: 3.426 doses aplicadas
Motoristas do transporte coletivo: 1.720 doses aplicadas

ONDE SE VACINAR 

A vacinação contra a gripe é realizada nos Centros de Saúde da cidade. Para saber os locais e os horários de vacinação em Campinas, clique aqui.

Pessoas com doenças crônicas e situação clínica especial devem apresentar uma comprovação de sua condição para ter acesso à vacina, segundo determinação da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo.

Entre a comprovação podem ser apresentado prescrição médica; receita de medicamento; anotação em prontuário das unidades de saúde; cadastro em programas de controle de doenças crônicas; comprovante de vacinação para influenza ou a caderneta com registro da vacina de influenza em anos anteriores. 

Mais do ACidade ON