Aguarde...

cotidiano

Campinas passa a integrar Sistema Nacional de Segurança Alimentar

Objetivo central do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional é garantir, progressivamente, o direito humano à alimentação adequada.

| ACidadeON Campinas

Banco de Alimentos da Prefeitura de Campinas (Foto: Divulgação/PMC)

Campinas passa a integrar o Sisan (Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional) do Ministério da Saúde. O termo de adesão foi assinado nessa sexta-feira (10).

O objetivo central do Sisan é garantir, progressivamente, o direito humano à alimentação adequada. Para isso, o Governo Federal formula e implementa políticas e planos de segurança alimentar e nutricional para todo o Brasil.

Além disso, o Sisan busca estimular a integração entre poder público e sociedade civil e promover o acompanhamento, monitoramento e avaliação da segurança alimentar e nutricional em todo o território nacional.

De acordo com a secretária municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos, Eliane Jocelaine Pereira, a adesão ao sistema nacional coroa as ações que o município de Campinas tem realizado, antes e durante a pandemia, para consolidação da política de segurança alimentar no município.

Esse processo como um todo envolve a nova lei do Sistema de Segurança Alimentar Municipal, a ampliação do Cartão Nutrir, a modernização do Banco de Alimentos e, agora, é consolidado com a formalização da adesão ao Sisan Nacional.

"É mais um destaque de que Campinas tem avançado nessa política pública dando a devida importância à ampliação e qualificação da segurança alimentar, mesmo antes da pandemia, e é um cenário que favorecerá muito as ações após a pandemia", disse a secretária.

Mais do ACidade ON