Aguarde...

cotidiano

Campinas segue na fase vermelha e comércio permanece fechado

A informação foi adianta pelo prefeito que conversou com as autoridades do Estado um pouco antes do início da live

| ACidadeON Campinas

Lojas fechadas na Rua 13 de Maio em Campinas. (Foto: Luciano Claudino/Código19)
O prefeito Jonas Donizette (PSB) adiantou que a região de Campinas segue por ao menos mais uma semana na fase vermelha das restrições do Plano São Paulo de flexibilização da quarentena. O anúncio ocorreu durante uma live feita na manhã desta sexta-feira (17) pelas redes sociais. Na live ele também apresentou os números da covid-19 em Campinas (veja aqui).

A informação foi adiantada pelo prefeito que conversou com as autoridades do Estado um pouco antes do início da live. Ele ainda afirmou que nenhuma região do Estado irá progredir de fase devido ao avanço dos casos de covid-19 e mortes para o Interior. A informação será divulgada pelo governador João Doria (PSDB) que dará uma coletiva no começo da tarde de hoje, no Palácio dos Bandeirantes, onde ele apresentará a reclassificação das regiões do Estado no plano de flexibilização da quarentena.  
 
"Nenhuma região vai progredir de fase no Estado. A única mudança, será uma regressão de fase, de uma área próxima de Campinas. Mas o governador é quem vai anunciar", afirmou Jonas.  
 
Ele ainda afirmou que os números de Campinas estão menos severos com a taxa de ocupação dos leitos de UTI menos ocupados. "Esta caindo, mas não na velocidade que queríamos, mas a situação está melhorando", afirmou.  
 
O secretário de Saúde Carmino de Souza informou que conversou com Dimas Covas (diretor do Instituto Butantan) para não sermos afobados. "Quando abre, muitas pessoas vão e terá sobrecarga. Vivemos uma angústia, mas temos muita cautela, quando abrir e vai abrir, vamos ter muitas medidas de cuidado. Para não estragar o que conseguimos", disse.

A região de Campinas entrou para a fase mais severa das restrições imposta pela quarentena de combate ao coronavírus no último dia 6 de julho, após apresentar a taxa de ocupação dos leitos em unidades de saúde para tratar a doença acima de 80%. Essa semana a região estava com a taxa de ocupação oscilando entre 79% e 82%.

Hoje a região tinha a expectativa de conseguir avançar de fase já na próxima semana após ficar duas semanas com o funcionamento apenas das atividades essenciais.    

Mapa da classificação do Plano São Paulo divulgado pelo Estado. (Foto: Divulgação/Governo do Estado)


Campinas está com as medidas mais restritivas desde o dia 22 de junho, quando o comércio em geral teve que fechar suas portas também devido a alta dos casos da covid.  

 
Veja o que pode funcionar na cidade no período:

- Rede de assistência a saúde- serviços médicos e hospitalares
- Óticas
- Atividades de segurança privada
- Transporte (com autorização para táxis e aplicativos)
- Alimentação apenas em serviço de entrega, retirada ou drive-thru
- Supermercados e gêneros alimentícios
- Farmácias
- Serviços Bancários
- Lotéricas
- Industrias- com capacidade de 30% nos refeitórios
- Hotéis
- Lavanderias
- Borracharias, mecânicas e lojas de materiais de construção civil
- Lojas de construção civil
- Veterinários
- Manutenção predial
- Concessionárias e lojas de veículos
- Estacionamentos
- Comércio pelo sistema de entrega delivery e drive-thru

Mais do ACidade ON