Aguarde...

cotidiano

Restaurantes e bares reabrem neste fim de semana; veja regras

Liberação vale apenas até as 17h, exceto em estabelecimentos de alguns shoppings da cidade

| ACidadeON Campinas

 

Bares e restaurantes de rua poderão abrir até as 17h (Foto: Renan Lopes/ ACidade ON)

Bares e restaurante poderão voltar a receber público em Campinas neste final de semana, após 4 meses de proibição para o atendimento presencial de clientes.  

A medida, que passou a valer em dia 25 de março, determinava que estabelecimentos de alimentação, como restaurantes, bares, padarias e congêneres abrissem apenas para serviços de entrega. Com a classificação desta sexta-feira (7), que determina Campinas na fase amarela do Plano São Paulo de flexibilização da quarentena de combate ao coronavírus, esses estabelecimentos voltam a receber público a partir de amanhã (8), mas ainda com regras e horários restritos.   

LEIA TAMBÉM 
Covid-19: Campinas tem mais 19 mortes; total chega a 797

A partir deste sábado (8) os estabelecimentos como bares, restaurantes, padarias e pizzarias poderão voltar a receber o público, mas com capacidade de 40% e funcionamento por seis horas diárias, no horário que deve ser escolhido por eles, entre o período das 6h às 17h. O período, no entanto, não precisa ser corrido, podendo ser "fatiado" de acordo com a preferência do estabelecimento. A data de reabertura antecede o Dia dos Pais, comemorado neste domingo (9). 

Seguindo as regras, o funcionamento noturno passa a ser permitido apenas para os estabelecimentos dentro de alguns shoppings, que seguem o horário definido pelos centros de compra. 

Veja as regras para a reabertura dos salões e barbearias 
Veja as regras sanitárias para a reabertura das academias

Conforme determinado com os shoppings, um grupo funcionará do meio-dia às 18h, já o outro grupo funcionará das 15h às 21h. Com isso, apenas restaurantes inseridos no último grupo passam a ter a autorização para o funcionamento durante o período da noite. 

Entre os shoppings que funcionarão até as 21h, estão o Shopping Parque D. Pedro, Shopping Parque das Bandeiras e Campinas Shopping. Aos domingos, no entanto, todos os centros comercias da cidade vão funcionar do meio-dia às 18h.  

FUNCIONAMENTO DOS RESTAURANTES 

Segundo o prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), a flexibilização do horário para o funcionamento dos restaurantes foi solicitada pelos proprietários de bares e restaurantes. Eles podem abrir em dois períodos diferentes no total de seis horas. A partir do dia 21, se a cidade permanecer na fase amarela, está previsto a ampliação do horário de funcionamento até 22h. Com isso, poderão abrir para almoço e depois para janta. 

"Eles pediram para dividir em duas faixas de horário, para abrirem almoço e janta, mas nessa fase agora não dá. Daqui 14 dias, se permanecermos nessa fase, daí está autorizado para o funcionamento noturno", declarou o prefeito.  

A partir do dia 21, segundo Jonas, os locais poderão escolher as seis horas dentro do período das 6h às 22h. Isso, é claro, se a região de Campinas continuar na fase amarela até lá.

LIMITAÇÃO  

Mesmo com a reabertura autorizada, uma boa parte dos estabelecimentos deverão permanecer fechados em razão da limitação do horário de funcionamento até as 17h.  

Segundo a Abrasel RMC (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes da Região Metropolitana de Campinas) pelo menos 25% dos locais vão permanecer fechados até a autorização no período noturno.  

O presidente da Abrasel, Matheus Mason, diz que a reclassificação da região era aguardada com grande expectativa pelos empresários do setor, mas a felicidade da retomada não abrange a todos. 

"Após quase cinco meses fechado, o setor está feliz em poder retomar suas atividades, mas esta retomada na região ainda não é suficiente para atender todo o seguimento, uma vez que ele restringe o horário de atendimento até as 17h. Isso prejudica pizzarias, bares e botequins, que ainda deverão esperar mais duas semanas para voltar a receber clientes", declarou.  

De acordo com pesquisa realizada nesta semana pela entidade junto aos associados, não é possível afirmar que os demais 75% dos estabelecimentos voltarão a funcionar já na próxima semana. 

"Com funcionamento apenas durante o dia vai continuar sendo difícil equalizar as contas", afirmou Mason, que ressalta que 54% das vendas, que representam em torno de 80% do faturamento, acontece após as 18h.  

MEDIDAS 

Para os que vão abrir, a Abrasel ainda citou as medidas adotadas pelos estabelecimentos para a retomada. Entre eles estão a adoção de cardápio digital, reserva antecipada, máscara, e distanciamento entre as mesas.  

"A maioria dos bares e restaurantes da RMC vem se preparando há meses para uma retomada segura, com apoio de um protocolo com 23 páginas elaborado pela associação" diz a nota.  

Segundo a Abrasel, as medidas são determinadas para que os estabelecimentos adotem a reabertura gradual com total segurança para os clientes, alinhadas com as melhores práticas recomendadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde) e autoridades em saúde nacionais e internacionais.

Mais do ACidade ON