Aguarde...

cotidiano

Covid-19: Com queda na curva, casos positivos caem para 10% em Campinas

Segundo a Saúde, de cada 10 pacientes testados, apenas um tem a confirmação da contaminação pela doença atualmente

| ACidadeON Campinas

Secretário apresentou hoje balanço da doença na cidade, com curva de casos em queda (Foto: Reprodução de vídeo)

Após seis meses enfrentando à pandemia do novo coronavírus, Campinas começa a registrar queda consolidada na curva da contaminação e mortes por covid-19, com diminuição significativa dos casos positivos. 

Segundo a pasta da Saúde, a positividade de casos suspeitos na cidade, que já chegou a atingir o índice de 75% no pico da pandemia em julho, despencou nas últimas semanas e hoje está na casa dos 10%. Isso significa que de cada 10 pacientes testados, apenas um tem a confirmação da contaminação pela doença. 

O balanço com a análise da contaminação atual da infecção na cidade foi apresentado na manhã de hoje (11) pelo secretário de Saúde, Carmino de Souza junto com o prefeito Jonas Donizette (PSB), em transmissão ao vivo pelas redes sociais. Na transmissão, a Prefeitura também atualizou os números da covid-19 e anunciou a permanência  da cidade na Fase Amarela do Plano São Paulo de flexibilização, que regulamenta a quarentena para conter a disseminação da covid-19.  

"Temos que mostrar como estamos evoluindo. O que a gente vê é que a partir do pico que vivemos essa curva vem caindo e vem caindo de maneira muito acentuada. Nós subimos a montanha, passamos algumas semanas com praticamente todos nossos leitos de UTI ocupados e agora estamos descendo. Com esses números a gente observa que hoje nós mais descartamos do que incluímos novos casos", afirmou o secretário.  
 
LEIA TAMBÉM 
Covid-19: Campinas tem mais 5 mortes e chega aos 30 mil casos 
GM fará ação para combater festa clandestina de boates em áreas nobres 
Campinas segue na Fase Amarela; restaurantes ganham 1h a mais
 
Teste em massa: Campinas tem 45 mil infectados pelo coronavírus

O pico, citado pelo secretário foi atingido no mês de julho na cidade. Na pior semana desde o início da pandemia, de 19 a 25 de julho foram registradas 96 novas mortes (semana 27). No fim de agosto, em entrevista ao ACidade ON, a diretora do Devisa (Departamento de Vigilância em Saúde), Andrea Von Zuben já sinalizava a queda da curva em Campinas (leia mais aqui). Hoje estamos na semana 37. 

NÚMEROS ATUAIS  

Hoje, a cidade confirmou mais cinco óbitos, chegando ao total de 1.112 vítimas fatais. Já o índice de ocupação nas UTIs (Unidade de Tratamento Intensivo) divulgado ontem (10) está em 66,36%, e têm se mantido estável nos últimos dias. 

Com a atualização divulgada hoje, Campinas chegou ao total de 30 mil contaminados pela doença, e se aproxima dos 60 mil descartados, com 58,9 mil exames que deram negativo.  

Segundo o prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), o número total já mostra o aumento de casos descartados. "Estamos nos aproximando dos 60 mil, e com a equação que do total dois terços são descartados e um de contaminados", declarou.  

Os óbitos confirmados hoje, segundo o secretário, são do mês passado e começo do mês de setembro, o que reforça a diminuição de óbitos recentes. Mais detalhes sobre as vítimas de hoje serão divulgados a tarde. 

Mais do ACidade ON