Aguarde...

cotidiano

MP pede explicações à Educação sobre doação de cestas básicas

Jonas Donizette (PSB) afirmou que a Pasta está estudando se mantém a entrega aos alunos que voltarem às aulas

| ACidadeON Campinas

Famílias são chamadas para a retirada das cestas (Foto: Denny Cesare/ Código 19) 

O promotor da Infância e da Juventude de Campinas, Rodrigo Augusto de Oliveira, oficiou a Prefeitura de Campinas pedindo esclarecimentos sobre um possível corte na entrega de cestas básicas para as famílias dos alunos do 5º e 9º ano da rede municipal, que vão voltar às aulas presenciais a partir do dia 7 de outubro.  
 
Leia mais 
Campinas estuda corte de cestas para alunos do 5º e 9º ano


Em um documento encaminhada às diretorias das escolas da rede, o corte já foi definido. Porém, o prefeito Jonas Donizette (PSB) disse que o tema ainda está sendo estudado.

De acordo com o MP-SP (Ministério Público do Estado de São Paulo), essa situação pode agravar a situação de alguns estudantes na cidade.

"... a municipalidade deve assegurar aos estudantes em situação de vulnerabilidade e que optarem por permanecer com o ensino à distância o fornecimento do kit alimentação", disse o promotor, que deu um prazo de dez dias para os esclarecimentos.

Procurada, a Secretaria de Educação afirmou que irá analisar a questão.  

RETORNO

As aulas presenciais do 5º e do 9º ano em Campinas vão voltar a partir do dia 7 de outubro. O anúncio foi feito pelo prefeito Jonas Donizette (PSB), durante uma transmissão nas redes sociais na tarde desta segunda-feira (14).

Jonas explicou que a rede particular também poderá retomar as atividades presenciais no dia 7, mas a escolha também é facultativa para cada unidade. Caso decida pela volta, a escola precisa ter o termo de estabelecimento responsável, além de seguir regras do Devisa (Departamento de Vigilância Sanitária). O mesmo vale para a rede estadual.

Mais do ACidade ON