Aguarde...

cotidiano

Ocupação de UTI fica abaixo de 60% pela 1ª vez na pandemia de covid-19

Campinas está com 59,58% de ocupação dos leitos complexos exclusivos para pacientes de coronavírus; ontem, total era de 61,67%

| ACidadeON Campinas

HC da Unicamp (Foto: Denny Cesare/Código19) 

Depois de dois dias seguidos com a taxa em 61,67%, a ocupação dos leitos UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) em Campinas ficou abaixo de 60% pela primeira vez durante a pandemia do novo coronavírus, segundo a Prefeitura de Campinas.

Hoje, a cidade está está com 59,58% dos leitos de UTI para covid ocupados, nas redes privada e particular. São 287 leitos no total, sendo que 171 estão ocupados. Há 116 unidades hospitalares livres nesta quarta-feira (23).

Além disso, Campinas também passou de 1,2 mil mortes e tem mais de 32 mil casos confirmados de coronavírus. O boletim epidemiológico de hoje foi divulgado em live oficial do prefeito Jonas Donizette (PSB).  

Lembrando que este índice, no caso o regional, é um dos balizadores do plano de flexibilização do Plano São Paulo. Atualmente, Campinas está na fase amarela há quase 7 semanas e o prefeito disse que em meados de outubro deve haver uma nova avaliação para avanço de fase, desta vez a verde.

Os leitos estão divididos da seguinte forma:

SUS Municipal: 131 leitos, dos quais 80 estão ocupados, o que equivale a 61,07%. Há 51 leitos livres.

SUS Estadual (AME + HC da Unicamp): 63 leitos, dos quais 36 estão ocupados, o que corresponde a 57,14%. Há 27 leitos vagos.

Particular: 93 leitos, dos quais 55 estão ocupados, o que equivale a 59,14%. Há 38 leitos livres.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON