Aguarde...

cotidiano

Locomotiva nº 9 e Estação Carlos Gomes pegam fogo em Campinas

Os automóveis dos funcionários que ficam estacionados no local explodiram após o incêndio; a fachada e o telhado ficaram destruídos

| ACidadeON Campinas

Um incêndio a locomotiva número 9 na Estação Carlos Gomes (Foto: Denny Cesare/Código 19)

Um incêndio atingiu, na noite desta quarta-feira (30), a locomotiva número 9 na Estação Carlos Gomes, em Campinas. A unidade fica localizada na região do Gargantilha, perto do limite com Jaguariúna. 

Segundo informações da Defesa Civil, o fogo teria atingido a plataforma após ter se alastrado por uma área de mata no entorno. De acordo com testemunhas, tinha lenha na locomotiva, o que ajudou a propagar o fogo. Dois carros e duas motocicletas que seriam de voluntários ficaram destruídos.  

Na locomotiva, o incêndio destruiu o telhado da plataforma, a residência do chefe de estação e os saguões da bilheteria e do embarque. Não houve registro de feridos.

Segundo a Defesa Civil, a plataforma foi interditada e um engenheiro fará a avaliação da estrutura durante a manhã. 


O LOCAL 

A estação Carlos Gomes foi aberta em 1929, mas só em 9 de abril de 1968, a estação foi fechada e transformada em parada da linha férrea.

Com a abertura em 1973 da variante Boa Vista-Guedes, o trecho foi desativado quatro anos depois, em 1977, sendo recuperado apenas a partir de 1981 pela Associação Brasileira de Preservação Ferroviária, que passou a operar o trecho por meio da recém-criada Viação Férrea Campinas-Jaguariúna, com fins turísticos. 

Atualmente a estação integra a rota da Maria-Fumaça. Mais que isso, é utilizada pela associação como uma "oficina". É lá que são restaurados os vagões e locomotivas usados no passeio.  



Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON