Aguarde...

cotidiano

Celebrações na Basílica de Aparecida são realizadas sem devotos

Festividades serão transmitidas virtualmente

| Folhapress

Movimento intenso de fiéis no ano passado no local. (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil/Arquivo)

 
Bem diferente dos anos anteriores, o Santuário Nacional de Aparecida estava esvaziado na manhã desta segunda-feira (12), dia da celebração da Padroeira do Brasil, na cidade a 170 km de São Paulo. Padres e todos os convidados usavam máscaras e mantinham distanciamento social.  

A primeira missa, às 9h, contou com a presença 1.000 devotos, entre funcionários, colaboradores e representantes da Arquidiocese de Aparecida, composta por cinco cidades: Aparecida, Guaratinguetá, Potim, Roseira e Lagoinha. Normalmente, a lotação é de 35 mil na missa.  

A entrada de visitantes não era permitida para evitar aglomerações. A missa, transmitida pela TV Aparecida, acabou com uma chuva de papéis e a plateia entoando "viva a Padroeira do Brasil".   
 
Em Campinas haverá uma celebração especial presidida pelo arcebispo metropolitano Dom João Inácio Muller. Porém, ela será transmitida pela TV Século 21 e pela Rádio Brasil a partir das 18h. Já na paróquia Nossa Senhora Aparecida no Jardim Proença a celebração será no local também a partir das 18h. 

O prefeito Bruno Covas (PSDB) marcou presença junto ao candidado a vice na chapa com ele, Ricardo Nunes, na disputa pela reeleição à Prefeitura de São Paulo. Covas rezou e chegou a proclamar a palavra de Deus durante o evento.  

A cerimônia começou com a entrada de uma réplica da imagem de Nossa Senhora Aparecida, vestida com a coroa e manto azul.  

Em seguida, foi feita uma homenagem às Bodas de Caná, em referência ao primeiro milagre de Jesus Cristo.  

Um minuto de silêncio também foi feito em homenagem aos 150 mil mortos pela Covid-19.  

Enquanto isso, do lado de fora, fiéis pagavam suas promessas na sala das velas. A fisioterapeuta Andrea Rodrigues, 39 anos, foi até Aparecida nesta segunda-feira para agradecer, segundo ela, a duas graças alcançadas. "Minha mãe foi diagnosticada com câncer cerebral e há um ano os médicos disseram que ela tinha dias de vida e que não sairia do hospital. Prometi que se ela saísse de lá, viria hoje aqui, no dia da Santa, acender uma vela. Ela me atendeu e aqui estou para cumprir o prometido."  

O marido dela, o mecânico de manutenção Luís de Paula, fez a mesma promessa há dois anos, quando o filho do casal, Filipi de Paula, 5 anos, foi operado após ser diagnosticado com câncer de bexiga. "Estamos aqui para ele mesmo acender a vela", diz o pai.  

NA ESTRADA
 
Mas antes mesmo a uns 20 km da entrada do santuário, na rodovia Dutra, já era possível ver romeiros a pé ou de bicicleta seguindo para o Santuário.
 
VIRTUAL 

Para possibilitar a participação dos fiéis a, a Rede Aparecida de Comunicação e as redes sociais do Santuário Nacional estão transmitir ao vivo as festividades em louvor à Padroeira.

No Altar Central da Basílica Nova haverá a celebração às 18h pelo arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes que encerra as comemorações.

Na Basílica Velha, as missas ocorrem às 7h e às 12h. Às 15h, a tradicional Consagração Solene será dedicada aos membros da Família dos Devotos, que devem assistir a celebração de casa este ano.  

Durante as celebrações, pessoas que atuam em instituições diretamente ligadas à Arquidiocese de Aparecida e às obras sociais e de evangelização do Santuário Nacional vão representar os fiéis no interior das Basílicas.

Outro evento que sofreu alteração foi a tradicional procissão, que no ano passado foi acompanhada por mais de 20 mil pessoas. Este ano ela não será realizada, assim como os shows.

Fotos  

Os fiéis que desejarem participar da festa de forma mais ativa, poderão enviar fotos durante a Novena. O envio das imagens pode ser realizado durante a Novena das 15h às 19h. As fotos podem ser publicadas no Instagram com a hashtag #EuNaNovena ou enviadas por meio de um formulário no site https://santuarionacional.org.br/eunanovena/. As imagens poderão ser divulgadas na TV Aparecida ou nas redes sociais do Santuário Nacional. No fim do dia, as fotos recebidas serão veiculadas em um conteúdo especial nas redes sociais do Santuário.

"Vamos realizar esta iniciativa de tal modo que a gente consiga, ao longo da Novena, mostrar as fotografias das pessoas que, do conforto de suas casas, estão rezando conosco", disse o padre Eduardo Catalfo, reitor do Santuário Nacional.

Também será possível enviar intenções de missa, acender velas virtuais e acompanhar imagens ao vivo de espaços do Santuário por meio do site https://www.a12.com/reze-no-santuario .

Romeiros  

Apesar das restrições de público presente no Santuário, alguns romeiros decidiram se arriscar e mantiveram a caminhada este ano. Segundo a concessionária CCR NovaDutra, que administra a Rodovia Presidente Dutra, por onde passa o maior fluxo de romeiros com destino à Basílica, entre os dias 1º e 9 de outubro deste ano, 1.288 romeiros passaram pela rodovia com destino a Aparecida. No mesmo período, no ano passado, foram contabilizados 3.708 romeiros.

Por meio de nota, a CCR NovaDutra informou que não recomenda este tipo de manifestação de fé, em função do risco para os peregrinos, que se utilizam do acostamento para caminhar. Além disso, ressaltou a concessionária, os eventos na Basílica este ano serão todos virtuais por conta da pandemia do novo coronavírus. (Com informações da Agência Brasil)

Mais do ACidade ON