Aguarde...

cotidiano

Vendas registraram queda no comércio do Dia das Crianças

Os dados foram divulgados pela Acic (Associação Comercial e Industrial de Campinas)

| ACidadeON Campinas

Vendas tiveram leve queda no Dia das Crianças (Foto: Denny Cesare/Código19) 

As vendas do feriado do Dia das Crianças de 2020 tiveram redução de 2,58% na RMC (Região Metropolitana de Campinas), quando comparadas aos resultados obtidos na data em 2019. Os dados foram divulgados pela Acic (Associação Comercial e Industrial de Campinas).

Segundo a entidade, o comércio faturou R$ 416,9 milhões em 2020, contra R$ 428 milhões em 2019. Em Campinas a redução foi de 2,56%, com faturamento de R$ 215 milhões em 2019, contra R$ 209,5 milhões em 2020. Também não houve contratação de mão de obra temporária para este ano, diferente de 2019 quando foram abertas 1.265 vagas em Campinas e 2.350 na RMC.

O valor do presente médio, no entanto, cresceu 2,04% em função do efeito inflacionário que provocou a elevação dos preços dos brinquedos, além do impacto da valorização do dólar nos custos dos presentes importados (cotação de R$ 5,49 por US$ 1,00).

"Os brinquedos mais procurados foram bicicletas, eletroeletrônicos, skates, celulares, bonecas Barbie, jogos educativos, além de vestuário", afirmou Laerte Martins, economista da Acic.

GERAL

Na análise feita pela Departamento de Economia da Acic, no acumulado de janeiro a setembro de 2020, as vendas no comércio da RMC já somam perdas de R$ 4,34 bilhões, que representam um índice 17,98% menor em relação ao mesmo período de 2019.

Considerando apenas Campinas, as perdas são de R$ 1,797 bilhão, também apresentando um percentual negativo de 17,98% em relação ao ano anterior.  

Nas vendas físicas em Campinas, o faturamento de setembro foi de R$ 1,11 milhão, o que equivale a 89,5% das receitas obtidas no mesmo mês de 2019.  

Esse é o mesmo percentual registrado na RMC, onde o faturamento atingiu R$ 2,564 milhões. Na categoria de Bens Não Duráveis, apenas as vendas nos supermercados e hipermercados evoluíram 20,4%.

Mais do ACidade ON