Publicidade

cotidiano

Campinas anuncia reabertura de museus, teatros e Estação Cultura

Estação Cultura e CEUs voltam a funcionar na segunda (26), museus na quarta (28) e teatros em novembro

| ACidadeON Campinas -


Estação Cultura fica na área central de Campinas. (Foto: Divulgação/Prefeitura)
Durante live na manhã desta sexta-feira (23), o prefeito Jonas Donizette (PSB) anunciou a reabertura dos equipamentos culturais, em Campinas. As reaberturas, segundo o secretário de Cultura Ney Carrasco, ocorrem de forma gradual e devem respeitar as regras sanitárias. 

A Estação Cultura será a primeira a ser reaberta já nesta segunda-feira (26). Conforme anunciado, as salas ficarão disponíveis para os ensaios dos coletivos artísticos de segunda a sábado, das 8h às 22h. 

Também reabre nesta segunda os CEUs (Centro de Arte Esportiva Unificada), localizados no Jardim Florence 2 e na Vila Esperança, bem como as Casas de Cultura.

"A Estação, que recebe muitos ensaios, reuniões, palestras, volta a funcionar. Tem algumas atividades lá que são mais permanentes e que vão ser retomadas imediatamente, como por exemplo, o pessoal da casa do Hip Hop. E os CEUs também, que têm muitas atividades comunitárias", destacou Carrasco. 

Os museus municipais, por sua vez, voltam a reabrir na próxima quarta-feira (28), em horários específicos. O Museu de Arte Contemporânea (MACC) e o Museu da Imagem e do Som (MIS), das 13h às 17h; o Museu Dinâmico de Ciências, o Museu do Café, o Museu de História Natural e o Museu da Cidade - Casa de Vidro, das 9h às 13h. Todos de quarta a sexta neste primeiro momento.  

Apenas o Observatório Jean Nicolini permanecerá fechado por motivo de manutenção de equipamentos. 

Os teatros públicos - Castro Mendes, Maria Monteiro e Carlito Maia -, e mais a Concha Acústica da Lagoa do Taquaral retornarão suas atividades gradativamente a partir do início de novembro. No primeiro momento, serão atendidos os pedidos de lives e gravações desde que se enquadrem nos protocolos de cada espaço. Na sequência, serão avaliados os espetáculos com elenco reduzido. 

Em relação à plateia, a ocupação será de aproximadamente 60 por cento. No caso de eventos com venda de ingressos, será orientada a compra virtual para evitar aglomeração.


BIBLIOTECAS 

A reabertura das bibliotecas, com início na última quarta (21) obedece um calendário em quatro fases, cada uma com duração de 15 dias. A primeira compreende a devolução e empréstimo de livros. Os volumes devolvidos serão colocados em quarentena e disponibilizados para novo empréstimo somente após esse período. Nesta fase também será possível fazer o agendamento para empréstimo de livros por e-mail e telefone. Todos os contatos estão disponíveis aqui.

Na fase dois, será permitida a pesquisa e leitura no espaço, respeitando a quantidade de pessoas por ordem de chegada e o distanciamento previsto no protocolo de saúde.  

Na etapa seguinte, as bibliotecas poderão receber as atividades de ação cultural, como os saraus, encontros de leitura etc.
Os interessados em realizar doações de livros, poderão fazê-lo em caixas fechadas e agendamento pelos telefones dos espaços ou direto com a Coordenadoria de Bibliotecas pelo número (19) 2116-0500. Quanto aos telecentros, o usuário poderá utilizá-los a partir da quarta e última fase. 

Neste momento, as bibliotecas estarão abertas por quatro horas diárias. "Os horários serão ampliados conforme o desenvolvimento das atividades, reavaliados regularmente pela Secretaria de Cultura", completou  Carrasco. 

A Coordenadoria das Bibliotecas enfatiza a importância dos protocolos, como uso de máscara, portar caneta azul para assinatura quando necessário, distanciamento de 1,5 metro, aguardar na faixa de sinalização e não causar aglomeração no espaço.

Publicidade