Aguarde...

cotidiano

Idosa que ficou internada 88 dias na UTI tem alta em Campinas

Mulher foi a paciente com maior tempo de internação por covid-19 em hospital da cidade

| ACidadeON Campinas

Idosa se recupera de covid-19 depois de 88 dias internada em Campinas (Foto: Rede Mario Gatti)

Uma idosa de 61 anos teve alta ontem (22) após ficar 88 dias internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Ouro Verde, em Campinas, por causa de complicações decorrentes da covid-19.  

Segundo a secretaria da Saúde, a idosa foi a paciente com maior tempo de internação decorrente da doença em hospital municipal.  
"Nós ontem tivemos o caso que permaneceu mais tempo dentro de uma UTI de hospital municipal. Demos alta para senhora que ficou 88 dias dentro da UTU e mais de 90 dias internada", citou o secretário de Saúde Carmino de Souza, durante a transmissão nas redes sociais feita hoje (23), em que a Prefeitura atualizou os números da doença na cidade.  

"Eu quero ver se eu faço uma visita pra essa mulher, 88 dias de UTI gente, 1 dia de UTI parece um mês", respondeu o prefeito Jonas Donizette.  

A idosa teve alta em meio a aplausos da família e da equipe médica, e foi recebida com balões e festa no hospital. Segundo a Prefeitura, a paciente é diabética e hipertensa.

No vídeo gravado por funcionários, é possível ver a idosa saindo do leito ainda de maca. Segundo o secretário, a medida foi adotada por causa de perda de massa muscular da paciente, que agora vai passar por um período de recuperação e fisioterapia.   

Até esta sexta, Campinas soma 36.798 casos confirmados do novo coronavírus, com 1.305 mortes de moradores.

VEJA O VÍDEO DO MOMENTO DA ALTA: 




Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON