Aguarde...

cotidiano

Vídeo mostra equipe do Butantan celebrando eficácia da vacina

Vídeo foi gravado na noite dessa quarta e contou com a presença do presidente e funcionários do Instituto Butantan

| ACidadeON Campinas

Pesquisadores do Butantan recebem a notícia que a vacina é 100% eficaz em casos graves (Imagem: Reprodução)

O Instituto Butantan divulgou nesta quinta-feira (7) um vídeo que mostra a reação dos diretores e funcionários do centro de pesquisa ao receber os dados da eficação da Coronavac, a vacina contra o coronavírus desenvolvida pelo instituto paulista em parceria com a chinesa Sinovac.   

LEIA TAMBÉM 
Coronavac tem eficácia de 78% contra a Covid-19 em estudo no Brasil

O vídeo foi gravado na noite dessa quarta-feira (6) e estavam presentes na reunião Dimas Covas, o diretor do Instituto Butantan, e outros funcionários.

Ao receberem a informação da eficácia de 78% da vacina - e de 100% para casos graves e mortes - os presentes na sala de reunião comemoram com aplausos e gritos de celebração.

VEJA O VÍDEO  



O anúncio da eficácia da Coronavac foi feito no início da tarde desta quinta pelo governador João Doaria (PSDB).

No Brasil, a vacina teve uma eficácia de 78% nos estudos finais. Esse percentual se aplica à prevenção de casos leves da doença, sendo que casos moderados e mortes foram completamente evitados no estudo.

Os dados foram apresentados à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) em reunião na manhã desta quinta (7), quando o Instituto Butantan fez o pedido de registro emergencial do imunizante que irá produzir. Eles foram revisados na Áustria pelo Comitê Internacional Independente, que acompanha os ensaios. Leia mais sobre o anúncio da eficácia neste link.

TESTES

Em Campinas, o HC (Hospital de Clínicas) da Unicamp realizou testes da Coronavac com voluntários. O hospital foi escolhido em julho como um dos 12 centros selecionados no Brasil para a testagem da vacina, e foi o sexto a iniciar a testagem, aplicando a primeira dose em voluntários no dia 6 de agosto.

O órgão estadual patrocinou o estudo da fase 3, a final, da vacina criada pelo laboratório chinês. Desde 20 de julho, 13 mil profissionais de saúde voluntários em oito estados brasileiros, tendo recebido duas doses com 14 dias de intervalo entre elas.

Desses, cerca de 220 deles foram infectados pelo Sars-CoV-2. O Butantan, que não comentou os números, deverá detalhar em entrevista coletiva nesta tarde quantos receberam vacina e quantos, o placebo salino.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON