Aguarde...

cotidiano

Motoboy atropelado e arrastado na Avenida Brasil recebe alta

Motoboy Brendo Marques foi atropelado e arrastado pela Avenida Brasil em novembro de 2020; motorista responde por lesão culposa em liberdade

| ACidadeON Campinas

Brendo Antony Marques recebeu alta nesta sexta-feira (Foto: Wesley Justino/EPTV Campinas)

O motoboy que foi atropelado e arrastado por um carro em Campinas recebeu alta nesta sexta-feira (8). O caso foi em novembro de 2020 na Avenida Brasil e desencadeou um protesto da categoria na cidade. 

Brendo Antony Marques, de 23 anos, ficou gravemente ferido após ser atropelado por um carro na contramão em 13 de novembro do ano passado. O motorista que o atropelou já tinha se envolvido em outra colisão e o atingiu quando tentava fugir. 

Desde o acidente, Brendo passou por cinco cirurgias e recebeu alta hoje. Segundo, ter ficado dois meses longe da família "não foi nem um pouco fácil".  

"A sensação é até difícil de explicar, cara. A maior felicidade é querer ir embora de todo jeito, [estava] lá no quarto louco pra sair", disse o motoboy a produção da EPTV Campinas. 


RELEMBRE   

Na noite de 13 de novembro, uma sexta-feira, o motorista de um veículo atropelou um motociclista na Avenida Brasil. O homem no controle do carro tentou fugir, mas foi cercado por outros motoboys que testemunharam a cena. Ainda segundo eles, havia bebida no carro do motorista

Começou então uma discussão entre eles e os motociclistas ameaçaram chamar a polícia. Neste momento, o motorista do carro tentou fugir do local, mas foi seguido pelos motoboys, que começaram a bater no carro com chutes.

O motorista, então, invadiu a contramão da Avenida Brasil e atropelou Brendo, que trabalhava com a moto. O carro também atingiu outros dois veículos na batida.

Depois disso, os motoboys tombaram o carro que causou os acidentes na via para tirar Brendo debaixo do carro.  

Acidente ocorreu na Avenida Brasil (Foto: Reprodução/Rede Social)
Ainda na data, o motorista do carro, um arquiteto de 37 anos, se negou a fazer o teste do bafômetro e foi encaminhado ao 1º DP (Distrito Policial) para o registro da ocorrência.

Na delegacia, ele confessou que consumiu bebidas alcóolicas três horas antes dos acidentes. Ele foi liberado e agora responde por lesão culposa em liberdade.

PROTESTOS

O acidente desencadeou um protesto na manhã seguinte em Campinas. No dia 14 de novembro, motoboys realizaram uma manifestação na Avenida Brasil.

Os manifestantes se juntaram na manhã da data e fecharam a Avenida Barão de Itapura para realizar o ato. Depois de cerca de 30 minutos, a via foi liberada.  


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON