Aguarde...

cotidiano

Enxurrada derruba muro de bar em Campinas; veja vídeo

Imagens gravadas por câmeras de segurança mostram o momento em que a estrutura do bar cede à enxurrada

| ACidadeON Campinas

Enxurrada levou muro de bar no Jardim Novo Cambuí na tarde desse domingo (Foto: Circuito de segurança/imagens cedidas)

O muro de um bar do Jardim Novo Cambui foi derrubado pela força da chuva da tarde de ontem (10) em Campinas. Imagens gravadas por câmeras de segurança mostram o momento em que a estrutura cede à enxurrada, que invade o estabelecimento e leva todas as mesas que estavam no local.   

LEIA TAMBÉM 
Temporal alaga avenidas e derruba muro de cemitério em Campinas

Nas imagens, é possível ver quando tudo acontece, por volta das 17h40. O comerciante, que estava no local e tentava fechar as portas para evitar a passagem de água, leva um susto quando o muro é derrubado pela pressão da água, e corre fugindo da enxurrada.  

Após a queda, a água leva as mesas e cadeiras que estavam no local. O dono do bar, João Marcelo Ribeiro conta que ficou desesperado. 

"Fui correndo para trás até lá no fundo, ela (a água) levou todo o meu bar tudo pra fundo. Em questão de 15 minutos destruiu tudo que eu construí na vida inteira", disse.   


ESTRAGOS 

A chuva de ontem causou diversos estragos na cidade. A Avenida Norte Sul foi tomada pela água, deixando até mesmo um carro ilhado no meio da enchente. Na Avenida Anchieta, um outro carro também ficou ilhado no cruzamento com a Rua Barreto Leme.  

No bairro Cidade Jardim, moradores registraram alagamento nas obras do BRT. Parte do muro do Cemitério da Saudade também foi derrubado pela chuva.  

Segundo a Defesa Civil, foram confirmados pontos de alagamentos na Avenida Anchieta, Avenida Jesuíno Marcondes Machado, na Chácara da Barra, Avenida Nestor Castanheira, Avenida Orosimbo Maia, Avenida Princesa D'Oeste, Rua General Osório, a Praça Bento Quirino e a região do BRT no bairro Cidade Jardim.  

O maior volume de chuva registrado pelo órgão foi em Sousas, com 57,9 milímetros em cerca de duas horas. Na Avenida Orosimbo Maia, foram registrados 42 milímetros entre 16h e 18h. 

Ainda segundo a Defesa Civil, durante ontem foram feitas ainda vistoria em dois imóveis alagados, no Conjunto Habitacional Edvaldo Orsi e no Jardim Monte Cristo.   


RESCALDOS 

Na tarde de ontem, o prefeito de Campinas, Dário Saadi (Republicanos) e o secretário de Serviços Públicos, Ernesto Paulella, vistoriam os principais locais atingidos pela chuva. Segundo a Prefeitura, entre os locais que ainda seguem com problemas na manhã de hoje (11) estão a ciclovia na Avenida Norte-Sul, o Cemitério da Saudade, onde caiu o muro, na Rua Barão de Jaguará com General Osório, que teve o asfalto cedido, e a Avenida Princesa dOeste.  

Durante entrevista à EPTV, o secretário declarou que as equipes fazem investigação para detectar as causas de levantamento de asfalto nas avenidas, e que a obra de reconstrução do muro do Cemitério da Saudade já está sendo feita.  

A previsão, segundo a Administração, é que os consertos dos estragos da chuva durem 10 dias.



Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON