Aguarde...

cotidiano

Campinas fecha 2020 com alta em estupro, latrocínios e mortes no trânsito

Por outro lado, segundo os dados divulgados pela SSP, assassinatos e furtos tiveram queda na região

| ACidadeON Campinas

Vista aérea de Campinas (Foto: Denny Cesare/Código19) 

Campinas encerrou o ano de 2020 com alta em estupro, latrocínios e homicídios culposos por acidentes de trânsito. Os números da violência na cidade foram divulgados ontem (25) pela SSP (Secretaria de Segurança Pública do Estado).
 
LEIA MAIS 
Região de Campinas vai receber 44,9 mil vacinas da Oxford
 
PM prende dois homens por furto de barris de chope e oxigênio
Saiba tudo sobre a vacinação contra a covid-19 em Campinas 

O crime que mais apresentou alta foi de latrocínio (roubo seguido de morte), com aumento de 233%, sendo que foram 10 ocorrências no ano passado, contra três em 2019. Em seguida, a cidade registrou aumento nos casos de homicídios culposos por acidente de trânsito. Segundo a SSP, no ano passado foram 104 casos contra 87 em 2019 - um aumento percentual de 19,5%. 

Outra alta ocorreu no crime de estupro. Em 2020, foram registradas 231 ocorrências, contra 197 casos no ano anterior - um aumento de 17,2%.  Deste total, 157 foram estupros de vulnerável - quando a vítima possui menos de 14 anos ou tenha alguma doença ou deficiência mental. Em 2019 este número foi de 147.   

QUEDA  

Na contramão dos aumentos listados, assassinatos e furtos tiveram queda na cidade em meio ao ano de pandemia. A maior redução registrada foi nos furtos de veículos. Em 2019 foram 3.706 ocorrências contra 2.702 em 2020 - uma queda percentual de 27%.

Outra redução foi registrada em homicídio. A SSP informou que em 2019 foram 139 homicídios culposos contra 126 casos no ano passado - uma queda de 9,3%.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON