Aguarde...

cotidiano

Falha elétrica em poste teria causado morte de empresário na Lagoa

Laudo inicial da Prefeitura apontou que ignidor e capacitor de poste derreteram; comerciante de 52 anos morreu no domingo (21) em Campinas

| ACidadeON Campinas

Técnicos fizeram vistoria no local após homem morrer eletrocutado (Foto: Denny Cesare/Código19) 

Um laudo inicial da Prefeitura de Campinas apontou que houve uma falha na transmissão na corrente elétrica do poste que causou a morte do empresário de 52 anos no domingo à noite (21) na Lagoa do Taquaral. Eduardo Girotto sofreu uma parada cardiorrespiratória ao ser eletrocutado após tocar no poste.

De acordo com a Administração, o capacitor e o ignidor do poste derreteram e causaram a transmissão de corrente elétrica no poste. A vítima estava uma das quadras do parque público quando sofreu o acidente. Segundo a família, ele praticava tênis no local há cerca de 10 anos.

A Prefeitura explicou que mais detalhes do caso ainda serão apurados e que ainda aguarda o resultado da perícia técnica da Polícia Civil. Por enquanto, as quadras de tênis ficarão fechadas por tempo indeterminado e os atuais postes estão sendo retirados e serão substituídos por de concreto.

Com a repercussão do caso, a esposa de Girotto, Simone, pediu justiça pela morte dele. "Pedi uma explicação do que seria uma descarga elétrica e me informaram que ele encostou no poste para pegar uma bola de tênis e ficou preso no local", contou. "Ele não conseguia tirar a mão do poste por causa da descarga".

MANUTENÇÃO

Sobre a manutenção dos postes de iluminação, a Administração disse que ela é feita periodicamente no sistema das quadras, com troca de lâmpadas e reatores. Na Lagoa do Taquaral, que é o parque que concentra um número maior de visitantes e de atrações de lazer, a Prefeitura disse que um eletricista fica à disposição todos os dias, inclusive aos fins de semana.

Além disso, os 25 parques e bosques de Campinas contam com 21 profissionais envolvidos na manutenção da iluminação. São 11 eletricistas, mais 10 ajudantes de eletricistas, além de um engenheiro eletricista, que é o responsável técnico, informou a Prefeitura. Os parques também têm um chefe de setor, que ficam na administração e acompanham o funcionamento de cada um deles.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON