Aguarde...

cotidiano

Unicamp gerou impacto de R$ 13,8 bi em PIB da região de Campinas

Estudo mostrou ainda que atividade universitária criou 170 mil empregos diretos e indiretos na região em 2019

| ACidadeON Campinas

Vista aérea do campus da Unicamp (Foto: Divulgação/Unicamp) 

Um estudo feito pela Unicamp mostrou que a universidade gerou um impacto de R$ 13,8 bilhões no PIB (Produto Interno Bruto) na região de Campinas em 2019. O levantamento, inédito, foi divulgado nesta quarta-feira (24) e foi feito pela Coordenadoria Geral da Universidade em parceria com os institutos de Economia e Química.

A pesquisa indicou ainda que as atividades universitárias também criaram em 2019 170.915 empregos diretos e indiretos na região. Esse total leva em conta o emprego dos servidores da Unicamp, das "empresas-filhas" da universidade e os alunos da instituição. 

Feito com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o levantamento indicou também que a renda e os empregos gerado pela Unicamp - além das empresas que nasceram no local - correspondem a 21% do PIB e 48% dos empregos formais de Campinas em 2019.

Só a presença dos alunos nos campi - ainda na época das aulas presenciais, pré-pandemia de covid-19 - gerava 21,3 mil empregos adicionais. Já em relação aos 9.247 servidores da universidade, o estudo mostrou que foram gerados 42.507 empregos em 2019.

As compras e contratações de bens e serviços somaram 4.296 empregos e os investimentos, 341. No total, foram 47.144 empregos adicionais. Segundo Mariano Laplane, economista da Unicamp e um dos autores do estudo, a pesquisa é importante pois mostra a importância da universidade na comunidade. "A gente está tornando visível uma coisa que parecia invisível, impossível de estimar", disse. ele.



Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON