Publicidade

cotidiano

Irmãos mortos por vizinho por causa de som alto são enterrados em Hortolândia

Crime aconteceu na noite do último sábado

| ACidadeON Campinas -

Briga aconteceu na frente da casa das vítimas (Foto: Reprodução de vídeo/ EPTV)
Os dois irmãos mortos por um vizinho na noite do último sábado (24) após uma briga por causa de som alto, foram enterrados na manhã desta segunda-feira (26) em Hortolândia.  

O caso aconteceu no Jardim Nova América e causou comoção na cidade. O suspeito de cometer o crime é um policial penal aposentado, de 67 anos.   

Segundo testemunhas, o homem e as vítimas tinham desavenças antigas, mas a briga que resultou na morte teria ocorrido por causa de barulho. O policial ainda segue foragido.   

Os irmãos foram velados e enterrados na manhã de hoje no Cemitério Parque Hortolândia. A Polícia Civil ainda tenta localizar o autor dos disparos.  

O CASO

Segundo o boletim de ocorrência, os irmãos Eclécio, de 36 anos, e Adelmo, de 39 anos estavam sentados na calçada da casa, quando o suspeito saiu e iniciou uma discussão, em seguida ele sacou uma arma e começou os disparos.

Eclécio morreu no local, enquanto Adelmo chegou a ser socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Ele veio a óbito ao dar entrada no Hospital Municipal Mário Covas. 

O suspeito fugiu de carro após o crime. Os vizinhos afirmam que ele já havia ameaçado outras pessoas com a arma e tinha problemas de convivência no bairro.  

O QUE DIZ A SAP

Em nota, a SAP (Secretaria de Segurança Pública) disse que o agente de segurança penitenciária estava afastado do trabalho na Penitenciária 2 de Hortolândia, aguardando a publicação da aposentadoria. 

Segundo a SAP, foi determinada a instauração de apuração preliminar, estando "o agente sujeito às penalidades impostas pela legislação, sem prejuízo das consequências advindas do processo criminal".

Mais notícias


Publicidade