Aguarde...

cotidiano

Delivery representa faturamento de 88% dos restaurantes da região

Levantamento da Abrasel foi feito durante o pior momento da pandemia de covid-19 no Brasil

| ACidadeON Campinas

Empresários apostam em novas redes no interior do Estado (Foto: Divulgação) 

Um levantamento da Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes) mostrou que o 88% dos estabelecimentos da RMC (Região Metropolitana de Campinas) estão conseguindo manter o faturamento com o sistema de delivery durante a pandemia da covid-19.

Segundo a entidade, houve um crescimento dos estabelecimentos que faturam até R$ 35 mil por mês cresceu de 22% (em março de 2020) para 41% (em março de 2021). "Ou seja, a queda do faturamento foi brutal, sustentado apenas pelo delivery em boa parte dos estabelecimentos", disse a entidade por meio de nota.

Por outro lado, com o fechamento na segunda onda da pandemia neste ano, a faixa dos estabelecimentos que faturavam acima de R$ 140 mil ao mês caiu de 30% (em março de 2020) para apenas 18% (em março de 2021).

Desde sábado lojas de rua, shoppings, restaurantes, salões de beleza, academias, atividades culturais entre outros serviços podem operar entre 6h e 20h. A nova regra da fase de transição que amplia o atendimento presencial foi divulgada na última quarta-feira pelo governo do Estado de São Paulo e segue até o dia 9 de maio. Porém, bares que não se caracterizam como restaurantes, ou seja, não servem refeições não podem funcionar.

A atual etapa da quarentena, chamada de "fase de transição", foi criada pelo governo estadual em 16 de abril e desenvolvida como um estágio transitório entre as fases vermelha e laranja.

APOSTAS

O setor de alimentação fora do lar no Brasil movimenta R$ 226 bilhões ao ano, sendo que a RMC é responsável por 5,9% deste total. O empresário Gabriel Concon, porém, fez a aposta de abrir a primeira unidade de uma pizzaria em Campinas e já pretende abrir outras 15 lojas ainda nesse semestre na região.

"Temos uma base bem fortalecida na capital e na Grande São Paulo e, desenvolvemos um projeto bem audacioso para Campinas e região, que é de inaugurar 20 lojas até o ano de 2022. Acreditamos muito nessa área que tem tudo a ver com o nosso cliente, ou seja, que procura uma pizza de boa qualidade e um excelente atendimento", explicou o dono da Pizza Prime.

Além de Campinas e Indaiatuba, a rede conta, no interior do Estado, com unidades nos municípios de Valinhos, Salto, Sorocaba, Ribeirão Preto e Tatuí.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON