Publicidade

cotidiano

Campinas tem aumento de 190% na abertura de empresas no 1º semestre

Na RMC, o aumento foi ainda maior, de 193,55%

| ACidadeON Campinas -

Movimento do comércio central de Campinas (Foto: Luciano Claudino/Código19)

Campinas registrou no primeiro semestre deste ano um aumento de 189,9% na abertura de empresas em comparação ao mesmo período do ano passado. O balanço econômico foi divulgado nesta semana pela Acic (Associação Comercial e Industrial de Campinas) com base em dados da Jucesp (Junta Comercial do Estado de São Paulo). 

Em Campinas, no primeiro semestre de 2021, foram abertas 7.051 empresas e encerradas 2.706, representando um saldo positivo de 4.345 empreendimentos. Na comparação, no período de janeiro a junho de 2020 foram ativados 2.432 e encerrados 1.843. 

Na RMC (Região Metropolitana de Campinas), o aumento foi ainda maior. De janeiro a junho de 2021 foram abertas 17.196 empresas e, encerradas, 6.392, enquanto no período de janeiro a junho de 2020 haviam sido abertas 5.858 empresas e encerradas 4.775. Na comparação entre os primeiros seis meses de 2020 com 2021, o percentual de crescimento de empresas ativas foi de 193,55%. 

CIDADES 

Também no primeiro semestre de 2021, em comparação ao mesmo período de 2020, as cidades que percentualmente registraram a maior quantidade de abertura de empresas foram Monte Mor, que teve um aumento de 300% na criação de novos negócios, Hortolândia, com 298,88% de aumento em novos empreendimentos, e Santa Bárbara D'Oeste, com 253,4% de crescimento. 

Segundo a análise, embora todas as cidades da Região Metropolitana de Campinas tenham conquistado percentuais positivos na abertura de empresas, apenas duas registraram a queda no encerramento de negócios, também na comparação do primeiro semestre deste ano com o mesmo período do ano passado: Santo Antônio de Posse, com uma redução de 14% na quantidade de empresas fechadas, e Cosmópolis, com queda de 10,53% nos encerramentos.

Mais notícias


Publicidade