Publicidade

cotidiano

Campinas lidera ranking com 51,8% da população imunizada

A cidade tem o maior percentual entre as 15 maiores cidades do Brasil; lista leva em conta as duas doses ou a dose única

| ACidadeON Campinas -

Vacinação em Campinas colocou a cidade no topo do ranking entre as 15 maiores cidades do Brasil (Foto: Denny Cesare/Código 19)
 

Campinas aparece no topo do ranking das 15 maiores cidades do Brasil com o maior percentual da população totalmente imunizada contra a covid-19. No município, 51,8% da população recebeu as duas doses, ou a dose única da vacina.

Com mais de 628 mil aplicações únicas ou completas até a última sexta (17), a cidade está na frente das maiores capitais brasileiras. São Paulo, por exemplo, aparece em segundo lugar no ranking, com 51,4% com o esquema vacinal completo.

Em terceiro lugar está Porto Alegre, com 49,7%, seguido de Rio de Janeiro, 47,8%, Belo Horizonte, 45,3%, São Luís, 45,2%, Guarulhos, 44%, e Recife, 41,4%. Na sequência estão: Curitiba, Fortaleza, Salvador, Belém, Brasília, Goiânia e Manaus.  

ADOLESCENTES

Com alcance satisfatório entre a população adulta e focando o reforço da vacinação entre os idosos (veja mais abaixo), Campinas se mobiliza nas últimas semanas para vacinar adolescentes dos 12 aos 17 anos. Até o momento, 54.335 adolescentes (49% da população estimada neste público) receberam a primeira dose da vacina no município.

Esta faixa etária, inclusive, foi envolvida em uma polêmica na última semana. Depois que o Ministério da Saúde voltou atrás e não recomendou a vacina da Pfizer para indivíduos sem comorbidades, o município decidiu seguir o Governo do Estado de São Paulo e manteve a campanha.

Por conta da manutenção da programação de vacinação, a Prefeitura orienta que as pessoas que têm horários agendados devem comparecer normalmente ao local escolhido no dia e hora marcados para receber a dose.

Além disso, ressalta que, no momento, todas as vagas estão preenchidas em Campinas, mas que o agendamento será reaberto assim que a cidade receber mais doses da vacina da Pfizer, a única autorizada para adolescentes. 

IDOSOS 

A secretaria de Saúde de Campinas anunciou na última sexta (17) que já aplicou 437 doses de reforço (3ª dose) em idososO reforço na vacinação começou em pessoas acamadas e moradores de ILPIs (Instituições de Longa Permanência de Idosos). Neste público, a equipe da Saúde foi até os locais para realizar a vacinação.

Já o agendamento para moradores acima de 85 anos foi aberto no dia 13. No total, foram disponibilizadas oito mil vagas.

A dose extra contempla idosos que receberam a segunda dose há pelo menos seis meses, ou seja, que receberam a última dose em março. Ao todo, segundo o levantamento da Saúde, 4.157 idosos com mais de 60 anos estão aptos atualmente para receber a dose adicional.

LEIA MAIS
Morte de adolescente não foi causada por vacina da Pfizer, conclui estudo
Com vacinação, mortes de maiores de 60 anos caem 99% em Campinas
Terceira dose: Campinas abre "xepa" para maiores de 60 anos


ESTRATÉGIA

Ao todo, a Secretaria de Saúde de Campinas já aplicou mais de 1,5 milhão de doses dos imunizantes contra a doença em dias úteis, dias D e ainda através da parceria com empresas privadas e a Unicamp (Universidade Estadual de Campinas).

Mais notícias


Publicidade