Publicidade

cotidiano

Empresário é preso acusado de pedofilia em Vinhedo

Homem que buscava e arquivava imagens de pornografia infantil foi localizando em um condomínio através dos cabos de internet

| ACidadeON Campinas -

Homem de 46 anos foi levado à sede da DIG em Campinas (Foto: Divulgação/Deic)
 

Um empresário de 46 anos que não teve o nome divulgado foi preso na manhã desta quarta-feira (22) acusado de pedofilia depois que a Polícia Civil cumpriu um mandado de busca e apreensão na casa dele, em um condomínio de Vinhedo.

A ação e a prisão foram cumpridas por policiais do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) e da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) depois que uma apuração sobre crimes deste tipo na região identificou o acusado.

BUSCA E APREENSÃO

Na casa dele, foram encontrados vídeos e fotos de pornografia infantil nos aparelhos eletrônicos. Conforme o Núcleo de Inteligência Policial da DIG, o homem é casado e tentou esconder o crime alterando o cadastro da conta de internet.

Mesmo com o documento indicando o endereço de um vizinho, os investigadores conseguiram chegar até a casa do criminoso através da instalação dos cabos de fibra ótica. A Polícia Técnica também foi ao local e vários itens foram apreendidos.

Identificado pelas iniciais D.D., o homem foi preso em flagrante e levado à sede da DIG, onde foi autuado pelo crime, com pena que pode variar de 1 a 4 anos de prisão. Depois, foi encaminhado à cadeia do 2º DP (Distrito Policial) de Campinas (veja o vídeo abaixo).

COMO DENUNCIAR

Para denunciar qualquer tipo de abuso sexual infantil é possível ligar para o disque 100 (Disque Direitos Humanos), que é gratuito e 24h, ir diretamente até uma delegacia comum ou especializada, ou notificar o Conselho Tutelar da cidade.

O cidadão pode ainda acessar o site do disque 100, que tem um link facilitado para a realização da denúncia: www.disque100.gov.br. A denúncia pode ser realizada mesmo que a violência sexual em si não tenha sido vista e haja só a suspeita.

A Polícia Civil também aceita denúncias anônimas e divulga uma lista sobre quantos sites já foram retirados do ar por pornografia infantil no site dos Indicadores da Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos da Childhood, que desenvolveu um programa em parceria internacional.
 


Mais notícias


Publicidade