Publicidade

cotidiano

Agressor baleado por policial após ameaçar família recebe alta de hospital e vai preso

Agressor estava sob escolta e foi levado à delegacia onde deve responder por violência doméstica, lesão corporal e resistência contra os policiais

| ACidadeON Campinas -

 

Caso foi apresentado na Delegacia de Hortolândia (Foto: Pedro Torres/EPTV)

O homem de 43 anos que foi baleado pela Polícia Militar depois de tentar agredir a esposa e os filhos com uma faca, em Hortolândia, teve alta do Hospital Municipal Mario Covas na manhã deste domingo (10). Segundo a Prefeitura, ele não ficou internado e não precisou passar por cirurgia. O caso aconteceu ontem. 

A alta hospitalar ocorreu por volta das 11h30. Ele estava sob escolta e foi levado à delegacia pelos policiais. O agressor deve responder por violência doméstica, lesão corporal e resistência contra os policiais. 

ENTENDA O CASO 

O caso aconteceu em um condomínio residencial no Jardim Nossa Senhora da Conceição. Um dos filhos do casal, que é vizinho dos pais, disse que ouviu o barulho de discussões entre o pai e a mãe, e depois de aproximadamente uma hora, a irmã de 8 anos correu para avisar sobre briga. Ao chegar no apartamento, o filho encontrou o pai embriagado tentando agredir a esposa. 

O filho acionou a Polícia Militar, que ao chegar no prédio, encontrou o homem alterado com uma faca na mão correndo em direção aos familiares. O agressor não respeitou aos pedidos de parada feitos pelos policiais, e foi baleado no peito. Os familiares não ficaram feridos. 

Em depoimento, a mulher contou que agressões eram frequentes, e disse que o marido fica violento quando ingere bebida alcoólica ou faz uso de drogas. Ela já tinha conseguido uma medida protetiva contra ele, mas a ação estava expirada.

Mais notícias


Publicidade