Publicidade

cotidiano

Pedidos mensais de seguro-desemprego caem em Campinas

Cidade registrou em setembro o menor índice desde o início da pandemia

| ACidadeON Campinas -

Número de pedidos de seguro-desemprego caiu (Foto: Reprodução/EPTV Campinas)
 

Campinas teve 5.557 pedidos de seguro-desemprego em setembro. O índice é o menor da cidade desde o início da pandemia, que chegou a ter 16 mil solicitações em maio do ano passado. Os dados são do Ministério da Economia.

Conforme os registros oficiais, os pedidos de seguro-desemprego tiveram um salto de 5.654 em março para 12.300 em abril de 2020, após as primeiras semanas de restrições e reduções das atividades econômicas no município.


Em junho e julho, o total ficou acima dos 10 mil. Depois, nos 12 meses seguintes, a média mensal se manteve sempre acima das 6 mil solicitações de benefícios. Até que em setembro deste ano, o total voltou à casa dos 5 mil.

"Ver esse número abaixo dos 6 mil pedidos mensais, é um bom sinal. Quando a gente começa a direcionar pro final do ano, que é o momento mais aquecido do comércio, é um sinal que a economia tem se movimentado. É um bom indicador para a retomada", explica o consultor financeiro Ricardo Hiraki.

INFORMALIDADE

Apesar de positivo, o indicador serve de alerta para a situação de parte da população que foi demitida, entrou para o mercado informal e ainda não conseguiu recolocação com carteira assinada durante a pandemia.

"Essas pessoas, quando não conseguem também seguir no trabalho informal, elas não conseguem pedir o seguro-desemprego. O Brasil tem um número de desempregados muito alto ainda. Pra poder comemorar, precisamos de uma sequência de meses com uma redução gradativa", avalia Hiraki.

Rian Jorge, por exemplo, está desempregado desde o início do semestre e procura uma vaga com vínculo CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) para ter mais estabilidade e conseguir fechar o ano com mais tranquilidade.

"Estou parado há dois ou três meses. Eu to na busca. Faço sempre um bico aqui e outro ali pra conseguir uma melhora né? Eu pago aluguel e fica um pouco difícil. Eu preciso pra sustentar a família", diz o morador de Campinas.  

Número de pedidos de seguro-desemprego caiu (Foto: Reprodução/EPTV Campinas)

Mais notícias


Publicidade