Publicidade

cotidiano

Cadastro para vagas na Educação Infantil em Campinas termina nesta sexta

A inscrição, que inclui creches e pré-escolas municipais, é uma etapa obrigatória antes da efetivação da matrícula

| ACidadeON Campinas -

Cadastro para vagas em creches e pré-escolas termina nesta sexta (Foto: Denny Cesare/Código19)

Termina nesta sexta-feira (22) o cadastro de intenção de vagas para 2022 nas escolas de Educação Infantil da rede municipal de Campinas. A inscrição, que inclui creches e pré-escolas municipais, é uma etapa obrigatória antes da efetivação da matrícula. 

Os pais ou responsáveis podem fazer o cadastro pelo endereço eletrônico. Outra opção é procurar presencialmente uma escola de Educação Infantil da rede municipal. 

Apesar de não ser uma garantia de vaga, o cadastro permite que a criança receba uma classificação em uma das 162 escolas municipais de Educação Infantil ou nas 44 entidades colaboradoras. 

Segundo a secretaria de Educação, as vagas serão preenchidas de acordo com a disponibilidade e mediante a essa classificação, que obedece a critérios como: inserção no Programa Bolsa Família, situação de vulnerabilidade, entre outros. 

O cadastro é realizado anualmente. As crianças que completarem quatro anos até março de 2022 são obrigadas, por lei, a cursar a pré-escola. Segundo a Prefeitura, atualmente há perto de 43 mil crianças matriculadas na Educação Infantil, entre unidades próprias e entidades colaboradoras.

COMO FAZER 

Para fazer o cadastro são necessários os seguintes documentos: certidão de nascimento da criança, documento com foto do responsável, comprovante de endereço (preferencialmente a conta de água), Cartão do NIS para os que são beneficiários do programa Bolsa Família. 

Os alunos que já estão matriculados em uma escola da rede municipal não precisam fazer o cadastro, sendo que a rematrícula é automática. 

As inscrições são destinadas às crianças que estão fora da escola e para as que optarem por transferências de outros estados ou unidades da rede particular.

MATRÍCULAS EM QUEDA

Vale lembrar que as creches voltaram ao ensino presencial em maio deste ano. No mesmo mês, um levantamento da secretaria da Educação divulgado ao ACidadeON mostrava que Campinas tinha 2,3 mil alunos a menos matriculados na Educação Infantil em comparação com 2019, ano que antecedeu a pandemia. Naquele ano, a cidade teve 35.425 alunos de zero a cinco anos matriculados, número que passou para 35.006 em 2020 e caiu para 33.090 até maio deste ano.

Na época, a Educação informou ainda que a demanda não atendida (fila para vaga em creches) também diminuiu, passando de 6,5 mil alunos na fila de espera em 2019, para 5,1 no ano passado e 1,9 mil neste ano. 

O número, no entanto, poderia estar defasado por causa da suspensão das aulas presenciais. Com o cadastro, a Educação vai poder agora atualizar o total de crianças que precisam de uma vaga.

Mais notícias


Publicidade