Publicidade

cotidiano

Câmara faz votação final de aumento de salário para funcionários

Propostas devem custar juntas R$ 10,5 milhões folha do Legislativo em 2022

| ACidadeON Campinas -

Reunião acontece de forma presencial (Foto: Divulgação Câmara Municipal)


Os vereadores de Campinas fazem a votação final, na noite desta segunda-feira (29), dos projetos de lei que propõem o aumento dos salários dos assessores parlamentares e de gabinete e também dos servidores da Câmara Municipal. O maior reajuste chega a 40%.  

A primeira votação do reajuste salarial aconteceu na última segunda-feira (22), e contou com 22 votos favoráveis e cinco contrários. Se forem aprovadas hoje, as propostas seguem para sanção do Executivo, e devem custar juntas R$ 10,5 milhões folha do Legislativo em 2022. 

REAJUSTES 

No caso dos 33 assessores dos parlamentares da cidade, o reajuste será de 28,9%, de R$ 6.242,26 para R$ 8.052,52. Com isso, o custo adicional para o ano que vem será de R$ 106.459,92 por mês.

Já para os vencimentos dos 99 assessores de gabinete, o reajuste será de 40%: de 3.603,58 para R$ 5.045,01, o que vai gerar um reflexo de R$ 191.021,91 na folha do Legislativo Municipal no próximo ano. 

Já o projeto sobre os servidores prevê um reajuste de 11,22% a partir de janeiro. De acordo com a previsão orçamentária, o aumento bruto será de R$ 5,5 milhões no orçamento do Legislativo para 2022.

O texto envolvendo a categoria também inclui um aumento de R$ 350 no vale-alimentação, que subirá de R$ 1.428,60 para R$ 1.778,60.
O acréscimo anual, portanto, será de R$ 1.444.800.

MOTIVAÇÕES

No argumento da Mesa da Câmara, o PLC (Projeto de Lei Complementar) foi elaborado porque ficou constatado que os valores estavam defasados, abaixo da média de outras câmaras e incompatíveis com as atribuições.

OUTROS PROJETOS

Ainda entre os projetos previstos para votação na noite de segunda-feira, está, em votação final, proposta do vereador Permínio Monteiro (PSB) que determina que seja estabelecido um número telefônico exclusivo para atendimento dos serviços do castramóvel e do Samu animal. Atualmente, os serviços são solicitados pelo número 156. 

Também entre os projetos da pauta da 31ª reunião está, em primeira análise, um Projeto de Lei do vereador Paulo Haddad (Cidadania) que cria o Banco de Armação de Óculos, que fornecerá gratuitamente a pessoas de baixa renda armações oriundas de doação de pessoas físicas ou entidades públicas e privadas.

A 31ª Reunião Ordinária acontece forma presencial de 2021 no Plenário, com participação do público limitado a 50% da capacidade total. A TV Câmara Campinas transmite a reunião ao vivo, a partir das 18 horas, em sinal digital aberto, pelo Youtube e redes sociais.

Mais notícias


Publicidade