Publicidade

cotidiano

Motorista fica ferido após bater contra carro e semáforo em Campinas

Acidente aconteceu na Avenida Camucim; ontem, outro acidente na avenida deixou três pessoas feridas

| ACidadeON Campinas -

 

Carro atingiu poste de semáforo após acidente (Foto: Wagner Souza)

Um acidente envolvendo dois carros deixou um motorista ferido e interditou a Avenida Camucim no início da tarde deste domingo (5), em Campinas.  

O acidente aconteceu na altura da Rua Croata, no bairro Parque Universitário de Viracopos, na região do distrito do Ouro Verde. Ontem (4), um outro acidente na mesma avenida deixou três pessoas feridas, entre elas duas crianças (leia mais abaixo).

Segundo a Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas) o condutor de um carro perdeu o controle do veículo, se chocando na lateral de outro. Em seguida, o carro desgovernado atingiu um poste de semáforo.  

Por causa da batida, o motorista do carro teve ferimentos leves, e foi atendido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Já o condutor do carro atingido não se feriu.   

O semáforo atingido foi danificado e está sem funcionamento. Segundo a Emdec, houve bloqueio na via durante o atendimento das vítimas, mas após a retirada do veículo a avenida foi liberada.  

No entanto, a Rua Croata vai permanecer interditada até amanhã (6), quando equipes devem fazer reparo no semáforo e normalizar o trânsito no local. A empresa recomenda que os motoristas redobrem a atenção no trecho.  

NA MESMA AVENIDA

Na noite de ontem (4) um acidente entre dois carros deixou três pessoas feridas, entre elas duas crianças, também na Avenida Camucim. A batida aconteceu por volta de 19h20 em um trecho inacabado de obras do Corredor BRT.

Segundo o boletim de ocorrência, um veículo teria atingido outro carro que estava estacionado em local proibido, e capotou no local. No carro capotado estariam um homem de 36 anos e duas crianças, de 6 e 10 anos, que seriam pai e filhos.

As vítimas foram socorridas e encaminhadas ao Hospital PUC-Campinas e Hospital Ouro Verde. De acordo com informações iniciais, uma das vítimas teria sido socorrida em estado grave. 

Segundo um morador que passou pelo local e acompanhou o resgate, diversos acidentes têm acontecido no trecho. Populares reclamam das condições da via, no trecho ainda não finalizado.

Procurada, a Prefeitura disse que "os pontos de acidentalidade são monitorados pela Secretaria de Transportes e pela Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas) para verificar se há necessidade de melhorias/intensificação de sinalização ou se há necessidade de ampliação de fiscalização, quando existe mau uso da via".

Em nota, a Administração citou que neste ano foi instituído um Comitê de Acidentalidade que atua na análise e para intervenções nestes pontos.

Mais notícias


Publicidade