Publicidade

cotidiano

Supermercados têm saldo de quase 600 vagas em Campinas

Setor inicia ano com 200 demissões, mas acumula alta e tem segundo melhor mês em novembro

| ACidadeON Campinas -

Pessoas em busca de emprego no Centro de Campinas (Foto: Denny Cesare/ Código 19)
 

O saldo de emprego do setor de supermercados é positivo na soma de 11 meses de 2021. A criação de vagas até novembro foi de 599, segundo a Apas (Associação Paulista de Supermercados).

Conforme a entidade, o número de desligamentos foi maior do que o de contratações em três meses do ano: janeiro teve 200, setembro, 57, e outubro, três. Nos demais, houve mais admissões do que demissões.

Entre os melhores meses do ano, março lidera com 193 vagas preenchidas. Depois, aparecem novembro com 166, agosto com 133, fevereiro com 108 e junho com 105. Os demais ficaram abaixo de 100.

Confira os dados completos:

Janeiro: -200
Fevereiro: 108
Março: 193
Abril: 73
Maio: 79
Junho: 105
Julho: 2
Agosto: 133
Setembro: -57
Outubro: -3
Novembro: 166

NO ESTADO

Ainda de acordo com a Apas, os supermercados paulistas bateram recorde de empregos em 2021, com 21,8 mil vagas criados até novembro. O resultado é o melhor dos últimos cinco anos no estado.

Atualmente, segundo o levantamento, o setor mantém 588.747 pessoas empregadas em estabelecimento deste tipo. No acumulado do ano, foram 1.205.758 admissões e 1.048.100 desligamentos.

No território paulista, o comércio em geral emprega 2.771.844 trabalhadores. Deste total, 21,24% atuam no varejo alimentar.

Mais notícias


Publicidade