Publicidade

cotidiano

Motociclista morre após acidente com caminhão em Valinhos

Imagens de câmeras de segurança registraram momento do acidente; vítima morreu no local

| ACidadeON Campinas -

Motociclista morre após acidente com caminhão em rodovia de Valinhos (Foto: Reprodução/EPTV Campinas)
Um motociclista de 18 anos morreu após uma colisão com um caminhão na Rodovia Flávio de Carvalho, em Valinhos. De acordo com a GM (Guarda Municipal), o acidente aconteceu por volta das 16h30 de ontem (27), no bairro Capuava. 

À GM, o motorista do caminhão afirmou que estava trafegando no sentido bairro-Centro quando sentiu uma vibração. Após a colisão, pessoas que estavam próximas começaram a gritar e o motorista parou o veículo para verificar o que havia acontecido. 

Imagens de câmera de segurança mostram o momento do acidente na via. Nas imagens é possível ver o motociclista tentando ultrapassar o caminhão pela direita quando o veículo faz uma conversão à via lateral, na Rua Luis Moscatini

Com a colisão, o jovem de 18 anos foi arremessado e a moto ficou embaixo do caminhão. Uma equipe da GM foi até o local e acionou o resgate do Corpo de Bombeiros, que constatou o óbito. A perícia da Polícia Científica também foi acionada. 

VEJA O VÍDEO:  
 


ACIDENTE EM CAMPINAS 

Em Campinas, uma motociclista ficou ferida após passar por um buraco aberto na noite de ontem (27). O acidente aconteceu na Rua Benedito Cândido Ramos, no Parque Valença 2. Esse é o segundo caso de acidente envolvendo buracos abertos nesta semana. Na terça-feira, um motociclista morreu após passar por um buraco no Satélite Íris (leia mais abaixo)

A vítima conta que trafegava pela via quando passou pelo buraco, que não tinha sinalização. Ela derrapou, perdeu o controle da moto e caiu, sofrendo ferimentos na mão e na perna. 

Moradores da rua escutaram o barulho do acidente e fizeram o socorro da motociclista, que foi encaminhada para uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento). Ela levou sete pontos na mão, que precisou ficar enfaixada. 

Após o acidente, moradores jogaram cascalhos e pedras por cima do trecho. Segundo eles, o buraco foi aberto pela Sanasa. Em nota, a empresa disse que avalia a responsabilidade da obra (leia mais aqui).

Mais notícias


Publicidade