Publicidade

cotidiano

Campinas inicia campanha de prevenção ao câncer bucal

Ação será feita até 13 de maio em todos os centros de saúde da cidade; veja sintomas da doença

| ACidadeON Campinas -

Prefeitura faz campanha contra câncer bucal (Foto: Arquivo PMC)

A Prefeitura de Campinas promove, a partir deste sábado (30), a 21ª Campanha de Prevenção e Detecção Precoce de Câncer Bucal. 

A ação, que será feita entre os dias 2 e 13 de maio em todos os centros de saúde da cidade, inicia neste sábado, durante o Dia D de vacinação, que aplica vacinas contra gripe, sarampo e covid em unidades de saúde. 

Segundo a secretaria de Saúde, nesta edição, houve uma ampliação do público alvo e jovens a partir de 20 anos, além de idosos, terão a oportunidade de realizarem uma avaliação.

"A campanha é mais uma oportunidade para que as pessoas idosas façam uma avaliação com a equipe de saúde bucal nas unidades de saúde e, nesta edição, devido ao aumento da incidência desse tipo de câncer em adultos jovens, usuários a partir de 20 anos também serão avaliados", informou a pasta.

Segundo a coordenadora de Saúde Bucal de Campinas, Isabella Mantovani, a incidência de câncer bucal em Campinas está em torno de 10 casos para cada 100 mil habitantes ao ano.

"Em números absolutos há, em média, 130 casos novos e 40 óbitos ao ano", informou.

SINTOMAS

A coordenadora explica que todos devem procurar o atendimento odontológico ao perceberem a presença de alguma anormalidade dentro da boca, como manchas brancas, feridas que não cicatrizam há mais de uma semana ou nódulos.

"Devem estar especialmente atentas a essas alterações as pessoas que fumam e bebem bebidas alcoólicas, pois esses hábitos aumentam o risco de desenvolvimento da doença", alerta.

Sinais e sintomas que podem indicar a doença:

- ferida na boca que não cicatriza;
- dormência na língua, no lábio ou na área da boca;
- manchas brancas ou vermelhas na língua, gengivas, mucosas ou outra área;
- caroço ou inchaço na bochecha;
- alteração da voz;
- nódulo ou massa no pescoço;
- ferida na garganta ou sensação de ter algo parado na garganta;
- dificuldade para engolir ou mastigar;
- dificuldade de mexer a língua ou abrir a boca;
- inchaço na mandíbula.

De acordo com ela, não há exames de rastreamento disponíveis para o câncer bucal, mas a consulta regular ao dentista é muito importante para a prevenção e detecção precoce desse tipo de câncer.

A coordenadora reforça que esses sinais e sintomas também podem aparecer em situações benignas, fáceis de resolver. Sendo assim, a avaliação do dentista é essencial para o diagnóstico.

Mais notícias


Publicidade