Publicidade

cotidiano

Vandalismo: ônibus de Campinas são atingidos por pedras na D. Pedro

Ao menos sete veículos foram vandalizados, segundo Setecamp; ataques ocorreram entre bairros Jd. Santa Mônica e Jd. São Marcos

| ACidadeON Campinas -

Janela quebrada de ônibus de Campinas (Foto: Divulgação)

Sete ônibus do transporte municipal foram alvos de vandalismo na madrugada desta terça-feira (3) enquanto passavam pela Rodovia D. Pedro I (SP-065), em Campinas. Eles foram atingidos por pedras jogadas, principalmente na direção dos vidros da lateral e da frente dos veículos.  

Segundo o Setecamp (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros da Região Metropolitana), o caso ocorreu entre meia-noite e 1h, entre os bairros Jardim Santa Mônica e Jardim São Marcos. Os veículos estavam sem passageiros e seguiam para as garagens onde seriam recolhidos.

O ataque ocorreu em ônibus da frota VB Transportes. De acordo com o sindicato, vândalos atiraram pedras que atingiram parabrisa, vidros de janelas e vidros bandeiras, causando um prejuízo de cerca de R$ 10 mil.

Além do valor, os veículos não puderam ser utilizados na manhã de hoje. Os carros atingidos são utilizados nas seguintes linhas:

- 3310

- 3327

- 3192

- 3271

- 3175

- 3388

- 3156
 

Pedra atingiu vidro dianteiro de veículo (Foto: Divulgação)

Sobre o caso, a Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas) lamentou o ocorrido e informou que não foi houve feridos, justamente porque o caso aconteceu no momento da recolha dos ônibus para a garagem. "A Emdec está solicitando aos órgãos de Segurança o aumento no monitoramento e fiscalização no local da ocorrência", informou em nota.

A empresa informou também que é "importante salientar que tal tipo de vandalismo, além de ser perigoso, pois coloca em risco a vida de pessoas que possam estar nos veículos, prejudica todos os usuários do sistema de transporte público coletivo". Não há informação do motivo do ataque.

A Rota das Bandeiras, responsável pela Rodovia D. Pedro, foi procurada e afirmou que "não registrou ocorrências desta natureza, mas salienta que questões relacionadas à segurança pública são de competência da Polícia". 

Ainda em nota, a concessionária informou que "se mantém à disposição das autoridades e, caso solicitada, poderá fornecer imagens da rodovia para possível identificação dos autores do ato de vandalismo".

Mais notícias


Publicidade