Publicidade

cotidiano

Cachorra é encontrada agonizando dentro de saco de lixo em Campinas

Prefeitura afirmou que a cachorra está isolada na sede do Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal devido a uma doença contagiosa

| ACidadeON Campinas -

Cachorra é encontrada dentro de saco de lixo em Campinas (Foto: Diego Carlos Moysés)
Uma cachorra foi encontrada dentro de um saco de lixo na noite de ontem (5), em Campinas. O animal foi localizado por um segurança durante uma ronda pela Avenida Senador Antônio Lacerda Franco, na Vila Mimosa.

De acordo com o segurança, Diego Carlos Moysés, o animal estava se debatendo e agonizando. Ele socorreu a cachorra e acionou o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) Animal.

"O saco estava fechado, e o morador de rua abriu e me chamou. De imediato, estava cheio de formigas na boca, nos olhos e no ouvido e eu comecei a limpar. E aí eu decidi rapidamente pegar ela e levar para o canto da parede para cortar e aí eu fiquei do lado dela. O pessoal ligou para o Samu canino. Na base de uns quarenta minutos eles chegaram, deram a medicação e disseram que ela estava com uma fratura no crânio e, devido à magreza, já estava sofrendo maus tratos há tempos ", relatou o segurança à EPTV, afiliada da TV Globo.

"Para mim, o que mais doeu mesmo foi a falta de sensibilidade. Jura amor eterno e cuidado ao animal e despreza, descarta no lixo, onde encontrei essa cachorra", acrescentou.

Segundo a Prefeitura, a cachorra foi encaminhada para a sede do Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal. Em nota, a pasta disse que ela está sob os cuidados médicos, "pois está extremamente debilitada, com cinomose canina, doença infectocontagiosa que pode afetar cães sem o esquema vacinal completo" (veja abaixo).

A moradora do bairro Cristiane Salgado disse que os populares abordaram os coletores de lixo, que haviam amontoado os sacos na rua. Segundo ela, os coletores afirmaram que não sentiram o peso do animal na hora da coleta. 
 


ABANDONO CONSTANTE


Aparentemente, o abandono de animais é algo comum na Avenida Senador Antônio Lacerda Franco, uma vez que uma placa proibindo a ação foi fixada e foi realizada a instalação de um sistema de câmeras.

Segundo o veterinário Ricardo Cardoso, essas situações já acontecem há muito tempo. "Já aconteceram dois abandonos antes da placa e antes da instalação do sistema de câmeras interno. Já apareceu aqui no meu lixo cachorros mortos. Não é uma coisa incomum aqui no bairro não, infelizmente", finaliza.

O QUE DIZ A PREFEITURA

Segundo a prefeitura, a cachorra foi encaminhada para tratamento e está sob cuidados médicos. Devido à doença, ela está isolada para observação e segue em estado grave.

Segundo o Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal, ela foi carinhosamente apelidada de "Drika" pela equipe.

Até o momento desta publicação, não foi publicado um boletim de ocorrência a respeito do caso. O Samu Animal pode ser acionado pelo telefone 156.

Mais notícias


Publicidade