Publicidade

cotidiano

Motoristas do transporte público fazem greve em Santa Bárbara d'Oeste

Toda a frota do transporte municipal ficou parada nas primeiras horas desta quarta-feira

| ACidadeON Campinas -

Condutores se reuniram em frente a garagem de ônibus desde a madrugada (Foto: Reprodução)
 Os motoristas do transporte público de Santa Bárbara d'Oeste fazem nesta quarta-feira (11) uma paralisação na cidade. Com a greve, toda a frota de ônibus ficou parada na manhã de hoje. 

Desde as primeiras horas da madrugada, os trabalhadores se reuniram em frente à garagem da empresa responsável para reivindicar uma discussão sobre o reajuste salarial. 

Ao todo, 18 ônibus da frota urbana não circulam no dia de hoje, ou seja, a frota total. 

REINVIDICAÇÕES  

De acordo com o sindicato dos condutores, a categoria espera uma reunião do sindicato com a nova empresa responsável pelo transporte do município, a Via Nova, para discutir o reajuste salarial. A previsão era de que a reunião ocorresse no início do mês de maio, o que não aconteceu. 

Os trabalhadores reclamam ainda das condições de segurança no trabalho. Segundo eles, os ônibus estão com os pneus carecas e têm falta de manutenção. 

Os funcionários reclamam também da falta de suporte no terminal urbano, e da má qualidade nos produtos da cesta básica entregue aos motoristas. 

O QUE DIZ OS RESPONSÁVEIS 

A Prefeitura de Santa Bárbara d'Oeste confirmou a paralisação, mas disse que nem a Administração municipal e nem a empresa foram comunicadas da greve. 

"A Prefeitura ressalta ainda que suas obrigações com a empresa estão rigorosamente em dia. Sobre as condições de trabalho e da frota, reclamadas pelo Sindicato, a empresa informou à Prefeitura que não procedem. Além disso, a Prefeitura fez recente vistoria na frota, que foi toda renovada, com ônibus zero km, equipados com ar condicionado, Wi-Fi, tomadas USB e demais dispositivos técnicos que oferecem conforto ao usuário", diz a nota. 

A administração municipal disse ainda que notificou a empresa para que preste esclarecimento sobre os apontamentos dos motoristas e sobre as providências adotadas para regularização do serviço de transporte coletivo.
A Via Norte ainda não se pronunciou sobre a paralização.

Mais notícias


Publicidade