Publicidade

cotidiano

Veja quais são as principais profissões que atuam na refinaria de Paulínia

Entre os cargos presentes na empresa estão técnicos e vagas ligadas às engenharias; dos 959 empregados, apenas 94 são mulheres

| ACidadeON Campinas -

Trabalhadores em unidade da Refinaria de Paulínia (Foto: Luciano Claudino/Código 19)
A Replan (Refinaria de Paulínia) é responsável pelo processamento de 20% de todo o refino de petróleo do Brasil, sendo quase a sua totalidade de petróleo nacional, grande parte oriundo do pré-sal da Bacia de Santos. 

Para atender 30% do território brasileiro e 55% do estado de São Paulo, a empresa conta com um efetivo de 959 funcionários próprios e cerca de 3,3 mil colaboradores, sendo de 65 empresas prestadoras de serviços de rotina. 

De acordo com a refinaria, entre as principais profissões que atuam na empresa estão os técnicos e oportunidades relacionadas às áreas de engenharia. 

Confira os cinco principais cargos da Replan: 

- Técnico de operação
- Técnico de manutenção
- Técnico de segurança
- Engenheiro de processamento
- Engenheiro de equipamentos 


Os funcionários da Replan são contratados via concurso público e não há previsão para um novo processo seletivo, segundo informou o setor de comunicação. 

Em contrapartida, a construção de uma nova unidade de HDT (hidrotratamento de diesel) irá gerar cerca de seis mil empregos na região veja detalhes abaixo. 

LEIA MAIS  

Petrobras assina contrato para construção de unidade de diesel da Replan
Replan: veja curiosidades da maior refinaria de petróleo do país, em Paulínia 
  
Funcionários em Centro de Controle Integrado da Replan, em Paulínia (Foto: Luciano Claudino/Código 19)

FUNCIONÁRIAS MULHERES 

O setor de comunicação da Replan ainda afirmou que a refinaria possui apenas 94 funcionárias mulheres, o que representa um percentual de 9,8% do efetivo total. A enfermeira do trabalho Claudia Margarida Vieira de Luca, de 41 anos, faz parte desta equipe. 

Há dez anos na empresa, Claudia relata que atua no trabalho de saúde ocupacional da refinaria. Entre as ações que realiza estão palestras e diálogos diários de segurança, divulgados aos funcionários por meio dos gestores de cada área. 

Apesar do baixo número de mulheres que operam na refinaria, Claudia informa que a empresa em Paulínia possui uma comissão composta por sete mulheres, com atuação em áreas diversas, que discutem a equidade de gênero. 

De acordo com o setor de comunicação, a Comissão de Mulheres da Replan foi criada em 2020 e acompanha o "Plano de Equidade de Gênero" da Petrobras. O grupo possui o objetivo de promover a equidade de oportunidades para as mulheres na refinaria e a disseminação de conteúdos relacionados ao tema. 

Além disso, a comissão afirma que age na identificação de demandas da força de trabalho feminina para tratá-las de forma coletiva. 

A refinaria ainda comentou que, em março, o grupo realizou uma série de eventos especiais para discutir formas mais igualitárias de inclusão das mulheres não só no mundo do trabalho, mas também questões que envolvem a maternidade e a vida pessoal. 

NOVOS EMPREGOS 

De acordo com a Refinaria de Paulínia, a construção da nova unidade de HDT (hidrotratamento de diesel) deve gerar, aproximadamente, 3 mil empregos diretos e outras 3 mil oportunidades indiretas na região durante o período de obra, totalizando 6 mil vagas. 

Sobre os novos empregos, a refinaria afirmou que "o cronograma será definido pelo consórcio contratado". 

Com a adição desta unidade, a Replan terá quatro HDTs e todo o diesel produzido na refinaria será de baixo teor de enxofre. Além disso, a construção permitirá um aumento na produção de QAV (querosene de aviação), segundo informou a empresa.  
 
Replan possui trabalhadores nas áreas de engenharia operando em Paulínia (Foto: Luciano Claudino/Código 19)
REFINARIA DE PAULÍNIA 

Inaugurada em maio de 1972, a Replan possui capacidade de processar 69 milhões de litros de petróleo por dia, equivalente a 20% de tudo o que é processado pela Petrobrás em suas refinarias. 

Entre os principais produtos produzidos estão diesel, gasolina, querosene de aviação, asfaltos, GLP e propeno, dentre outros derivados do petróleo. A Replan completou 50 anos na última quinta-feira, dia 12 de maio.

Publicidade