Publicidade

cotidiano

Operação contra roubos de carga prende dois em Campinas

Roubos aconteciam quando veículos de cargas de cigarros saíam para entrega; veja bairros onde Deic tinha mandado de busca e prisão

| ACidadeON Campinas -

Policiais da Deic realizam operação contra roubo de cargas em Campinas (Foto: Divulgação/Deic Campinas)
Duas pessoas foram presas na manhã desta quarta-feira (18) durante uma operação da Deic (Divisão Especializada de Investigações Criminais) contra roubos de carga, em Campinas. 

Segundo a corporação, a ação de hoje cumpre seis mandados de busca e três de prisão nos bairros: 

- Vila Formosa
- Jardim Santa Rosa
- Parque Jambeiro
- Jardim Conceição 


Além disso, a Deic ainda tem um mandado no Jardim Engenho, em Monte Mor. De acordo com os policiais, durante o cumprimento de mandados, um suspeito de 40 anos conseguiu fugir e outro de 42 anos não foi localizado. Até o momento, ambos seguem foragidos

Um homem, de 23 anos, foi detido em sua residência. Ele teve a prisão temporária decretada e foi encaminhado para a cadeia Pública do 2º DP (Distrito Policial) de Campinas. 

A namorada de um dos investigados, de 25 anos, também foi presa em flagrante por porte de arma e receptação de carga roubada. Ela foi encaminhada à cadeira de Paulínia. Ambos seguem à disposição da Justiça.  
 
A corporação ainda relatou que parte da carga de cigarros foi recuperada durante o cumprimento de um mandado de busca em uma casa no Jardim Santa Rosa. Uma pistola 9 mm também foi apreendida no local.

ROUBOS DE CARGA 

Segundo informou a Deic, os roubos aconteciam quando os veículos de cargas de cigarros saíam para serem entregues. Neste momento, os motoristas eram abordados e rendidos pela quadrilha, que levava a carga. O motorista era solto após o transbordo do conteúdo do veículo. 

Outros veículos com cargas diversas também foram abordados e os roubos seguiam o mesmo modo de operação. Além das prisões, a corporação pretende apreender armas utilizadas nos crimes e recuperar cargas roubadas. 

As investigações começaram há cinco meses. Com os cumprimentos dos mandados de busca e de prisão, a Deic segue com as investigações.

Publicidade