Publicidade

cotidiano

Com 4,3ºC, Campinas registra novo recorde de frio; veja previsão

Temperatura despencou com baixa nebulosidade e Campinas teve o segundo dia mais frio pra maio desde 1989

| ACidadeON Campinas -

Baixa nebulosidade fez temperatura despencar em Campinas (Foto: Denny Cesare/Código19)

A temperatura despencou e Campinas bateu novo recorde de frio no ano, de acordo com o Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura), da Unicamp. Na madrugada desta sexta-feira (20), a cidade registrou mínima de 4,3ºC, às 5h58.

O Centro informou que a temperatura é a segunda menor para maio desde 1989. A primeira, segundo os registros, aconteceu em 19 de maio de 1990, quando Campinas atingiu 4ºC. 

"Não estávamos esperando que a temperatura caísse mais, principalmente no dia de hoje. Porém, nos últimos dias aconteceu uma condição persistente de nebulosidade, o que impediu que as temperaturas subissem. Então, ficaram em torno de 13ºC a 14ºC de máxima. Ontem, ao final da tarde, o céu começou a limpar e, ao longo da noite, sob condição de céu claro, a radiação da superfície escapou em direção ao espaço e daí o declínio da temperatura", explicou o metereologista do Cepagri Bruno Bainy.

Hoje, o dia deve ser de predomínio de sol, mas sem elevar muito as temperaturas, com máxima prevista de 18ºC - veja como será o fim de semana abaixo.

NESTA SEMANA

Ainda nesta semana, por conta da intensa massa de ar polar, Campinas já havia registrado um recorde de frio.

Isso ocorreu às 6h46 de quarta-feira (18), quando os termômetros marcaram 6,3ºC. No mesmo dia, Campinas também teve a menor temperatura máxima para o mês de maio da série histórica, considerando dados desde 1989. A máxima do dia não passou de 14ºC.

MOTIVO

Segundo o Cepagri, com a diminuição da nebulosidade ao final da tarde ontem (19) e a condição de céu claro durante a noite, a temperatura despencou.

Ontem, o meteorologista do Centro Bruno Bainy já havia descrito essa situação: "esta nebulosidade que está se formando e avançando sobre o estado não são nuvens de chuva, mas podem inibir a elevação das temperaturas durante a tarde. Então, pode ser que as máximas fiquem mais baixas", disse.

ATÉ QUANDO VAI O FRIO?

A onda de frio em Campinas ainda deve persistir até o final de semana, segundo a previsão.

De acordo com o boletim meteorológico do Centro, o avanço do sistema de alta pressão sobre São Paulo, que trouxe a massa de ar frio nos últimos dias, irá auxiliar com a nebulosidade, inibindo as temperaturas mais baixas e permitindo maior iluminação pelo sol.

"A nebulosidade se mantém na nossa região. Está persistindo. Então, está inibindo a elevação nas temperaturas, mas o frio vai cedendo a partir do final de semana. Amanhã a gente ainda deve ter temperaturas muito parecidas, talvez ligeiramente mais elevadas. A partir do final de semana, vai subindo de forma mais perceptível. Ainda fica um friozinho, mas na semana que vem, já devemos ter temperaturas mais típicas para a época", Bainy.



Publicidade